0
Logo do Cruzeiro
Foto: terra

Cruzeiro

Cruzeiro melhora na etapa final, vence o Bahia e avança na Copinha

11 jan 2017
19h06
atualizado às 19h06
  • separator
  • comentários

O Cruzeiro derrotou o Bahia por 2 a 0 no Estádio Baetão, em São Bernardo do Campo, e avançou na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O jogo foi marcado por poucas oportunidades para os dois lados, principalmente devido às condições do gramado - grama sintética e pequenas dimensões.

Na terceira fase da competição, a equipe mineira espera o ganhador da partida entre Bragantino e Trindade, que se enfrentam ainda nesta quarta-feira

O jogo - Mesmo com o Bahia tomando a iniciativa do jogo na primeira metade, tendo, inclusive, maior posse de bola, o goleiro Jonathan, da Raposa, não foi muito exigido. Quando foi, nenhum lance de perigo. A equipe celeste, por vez, assistia os baianos jogarem e apostava, sem muito sucesso, no contra-ataque.

No segundo tempo, o começo morno indicava que as coisas não mudariam, e um único lance poderia definir a classificação de alguma das equipes. Foi aí que entrou em cena o trabalho do técnico do Cruzeiro, Marcos Valadares. Com mudanças pontuais, as entradas de Cesinha e Rick Sena nos lugares de João Luiz e Kevin, respectivamente, o treinador deixou o time mais ofensivo. E foi a partir daí que os mineiros passaram a tomar conta da partida.

O primeiro gol da Raposa veio logo após as mexidas. Pela ponta-direita do campo de ataque, Vitinho fez bela tabela com Thonny Anderson, que lhe devolveu a bola com um passe de letra, pedalou para cima de Jaques e mandou com força para o gol de Dejair. Uma bonita trama aos 31 minutos da etapa final.

Tendo a classificação ameaça, o Bahia precisou se lançar ao ataque. A chance de maior perigo veio do pé de Junior Brumado, de bicicleta, dentro da área. Quase o jogador empatou para o Tricolor.

O gol que sacramentou a classificação do Cruzeiro teve, assim como no primeiro, participação de Thonny Anderson. Aos 38 minutos, em um contra-ataque, o atacante girou em cima do marcador e arriscou para o gol. No rebote do goleiro, Cesinha, uma das mudanças de Valadares, só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes e sair para comemorar. Depois do lance, o Bahia não teve forças para tentar o empate.

Confira outros resultados:

*Juventude 0 (5) x (3) 0 Santo André

Santos 1 x 0 Flamengo-SP

Avaí 3 x 0 Rio Branco

Figueirense 2 x 4 Fluminense

Coritiba 3 x 0 Taubaté

Goiás 1 x 2 São Caetano

Ceará 2 x 1 Mogi Mirim

Água Santa-SP 2 x 1 Estanciano

*Jogo decidido nos pênaltis

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade