PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Americana

Meu time

Geração belga tenta afirmação na Copa contra emergente EUA

1 jul 2014 08h12
ver comentários
Publicidade
<p>Jogadores da Bélgica tentam provar força de geração e conquistar vaga às quartas de final</p>
Jogadores da Bélgica tentam provar força de geração e conquistar vaga às quartas de final
Foto: Eddie Keogh / Reuters

A Bélgica ganhou as atenções do mundo nos últimos anos por conta de jogadores talentosos como Eden Hazard, Vincent Kompany e Thibaut Courtois. A presença de bons atletas fez com que eles ganhassem a pecha de "ótima geração belga", mas que na Copa do Mundo ainda não provou a fama que recebeu. A chance para isto ocorre nesta terça-feira, em Salvador, às 17h, em disputa pelas oitavas de final do Mundial do Brasil.

<p>Futebol vem crescendo em popularidade nos Estados Unidos</p>
Futebol vem crescendo em popularidade nos Estados Unidos
Foto: AFP

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

A seleção da Bélgica venceu suas três partidas pela primeira fase da Copa, mas sem brilho e com muito esforço em grupo que contava com Argélia, Rússia e Coreia do Sul. No jogo que ocorre na Fonte Nova, os europeus terão a chance de voltar às quartas pela primeira vez desde 1986, quando foram até a semifinal.

O técnico Marc Wilmots não se incomoda com as críticas que seu time recebeu pela produção irregular e optou por dizer que a chance de vaga pouco tem a ver com "futebol bonito". "O que é importante para mim no fim das contas é o resultado, vencer o jogo, não importando o estilo de jogo. Estamos aqui com os melhores times do mundo e é difícil. Você paga por cada erro", afirmou o treinador.

Do outro lado está os Estados Unidos, que tiveram tarefa bem mais dura que os belgas na fase de grupos. Os americanos caíram em chave com Alemanha, Portugal e Gana e, com quatro pontos obtidos após vitória sobre os africanos e empate com os lusitanos, carimbaram presença nas oitavas.

Esta é a quarta vez que a seleção dos Estados Unidos chega ao mata-mata da Copa nos últimos vinte anos. Neste período, que teve como início o Mundial disputado em solo americano, o futebol cresceu em popularidade no país que ainda prefere a bola oval. Esta atenção maior pôde ser vista nos números de audiência das transmissões dos jogos e pela boa presença de torcedores yankees no Brasil.

A missão da equipe do técnico Jurgen Klinsmann é transformar essa onda de otimismo em realidade, para tentar encontrar o vencedor de Argentina x Suíça nas quartas. "Não dá mais para impedir, o esporte está crescendo nos Estados Unidos. É um momento muito bom e temos que aproveitá-lo", disse o treinador alemão, que comanda a seleção dos Estados Unidos desde 2011.

Para a partida desta terça, Klinsmann tem como única dúvida a presença do centroavante Jozy Altidore. O atacante se machucou na estreia contra Gana e não voltou a campo desde então, mas voltou a treinar nos últimos dias. Caso não tenha condições de atuar, Alejandro Bedoya deve seguir entre os titulares, e Dempsey segue no comando do ataque.

Seleção dos EUA faz o reconhecimento do gramado em Salvador:

Já Wilmots tem mais problemas para montar a Bélgica. Kompany está voltando de lesão, enquanto o também zagueiro Thomas Vermaelen já foi descartado. Já Hazard não tem problemas físicos, mas ainda não rendeu na Copa o que mostra no Chelsea, fato reconhecido pelo próprio treinador.

"Eden quer fazer mais, ele pode fazer mais para nós. Todos sabem disso. Então agora estou só esperando para ver e evitando por mais pressão sobre ele. Quero que seja um líder em campo, mesmo que tenha só 23 anos", afirmou o técnico belga, que tem na partida contra os americanos a possibilidade de ter seu astro enfim brilhando. 

FICHA TÉCNICA

Bélgica x Estados Unidos

Bélgica: Courtois; Vanden Borre, Van Buyten, Lombaerts (Kompany) e Vertonghen; Witsel, Dembele, Hazard, Fellaini e De Bruyne; Lukaku (Origi). 
Técnico: Marc Wilmots

Estados Unidos: Howard; Johnson, González, Besler e Beasley; Beckerman, Jones, Zusi, Bedoya (Altidore) e Bradley; Dempsey
Técnico: Jurgen Klinsmann

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 01/07/2014
Horário: 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Djamel Haimoudi (ARG)
Auxiliares: Redouane Achik (MRC) e Abdelhak Etchiali (ARG)

SERVIÇO

Esquema especial, privilégio ao transporte público de ônibus ou metrô e até mesmo bicicleta. Há vários meios para chegar à Arena Fonte Nova. É bom verificar todos os detalhes. Veja como fazer para chegar ao estádio.

TEMPO

A partida entre Alemanha e Portugal deve ocorrer sob calor moderado. A temperatura em Salvador vai girar entre 22°C e 28°C e só deve chover pela manhã. Saiba mais sobre o tempo em Salvador aqui.

TRÂNSITO

As ruas ao redor da Arena Fonte Nova estarão interditadas, então a melhor opção é deixar o carro em casa e usar o esquema especial. Mas caso queira usar seu próprio veículo, acompanhe aqui as informações do trânsito em Salvador.

SAIBA QUAIS ITENS SÃO PROIBIDOS DE LEVAR

- armas de qualquer tipo ou objetos que possibilitem a prática de violência;

- qualquer coisa que possa ser usada como arma ou para cortar, apunhalar ou esfaquear, ou como um projétil, especialmente guarda-chuvas longos ou guarda-sóis e outros objetos similares;

- garrafas, copos (exceto copos de plástico), jarras, latas ou qualquer outra forma de recipiente fechado, de qualquer tipo, que possa ser atirado e causar lesões, bem como outros objetos feitos de vidro ou qualquer outro material frágil, estilhaçável ou especialmente duro, embalagens Tetrapak ou caixas térmicas duras;

- fogos de artifício, sinalizadores, bombas e outros artifícios de fumaça e outros engenhos pirotécnicos ou dispositivos que produzam efeitos similares;

- líquidos de qualquer tipo (inclusive bebidas alcoólicas ou não), exceto se adquiridos dentro do Estádio, em copos de plástico, e em conformidade com os procedimentos de segurança aplicáveis aos Eventos;

- alimentos de qualquer tipo, exceto se adquiridos dentro do Estádio ou se forem alimentos especiais para diabéticos;

- narcóticos ou estimulantes;

- materiais relativos a causas ofensivas, racistas ou xenófobas, tema de caridade ou ideológico, incluindo mas não se limitando a cartazes, bandeiras, sinais, símbolos e folhetos, objetos ou roupas, que possam interferir com o aproveitamento do Evento por outros espectadores, tirar o foco desportivo do Evento ou que estimulem qualquer forma de discriminação;

- mastros de bandeiras ou de cartazes de qualquer tipo. Apenas mastros de plástico flexíveis e os chamados mastros duplos que não excedam 1 metro de comprimento e 1 cm de diâmetro e que não sejam feitos de material inflamável são permitidos;

- cartazes ou bandeiras maiores do que 2m x 1m50. Bandeiras e cartazes menores são permitidos, desde que sejam feitos de material considerado pouco inflamável, cumpram as regras e padrões nacionais e não sejam de outra forma proibidos nos termos deste Código de Conduta no Estádio;

- quaisquer tipos de animais, exceto os cães guia. Neste caso, o Visitante do Estádio que pretenda entrar no Estádio acompanhado de um cão guia dentro, deverá apresentar os documentos brasileiros originais, ou cópia autenticada dos mesmos, que (i) comprovem sua deficiência visual; e (ii) comprovem a qualificação do cão como cão guia, nos parâmetros estabelecidos pelas normas aplicáveis.

- quaisquer materiais promocionais ou comerciais, incluindo mas não se limitando a cartazes, bandeiras, sinais, símbolos e folhetos ou qualquer tipo de objeto, material ou roupa promocional ou comercial;

- bolas infláveis, tigelas e projéteis, independente do tamanho;

- latas de spray de gás, substâncias corrosivas, inflamáveis, tintas ou receptáculos contendo substâncias que são prejudiciais à saúde ou altamente inflamáveis. Isqueiros comuns de bolso para cigarros são permitidos;

- objetos volumosos tais como escadas, bancos, cadeiras dobráveis, caixas, recipientes de papelão, sacolas grandes, mochilas, malas e bolsas esportivas. “Volumoso” significa quaisquer objetos que sejam maiores do que 25cmx25cmx25cm e que não possam ser guardados embaixo dos assentos no Estádio;

- grandes quantidades de papel e/ou rolos de papel;

- instrumentos que produzam volume excessivo de barulho, tais como megafones, sirenes ou  buzinas a gás;

- qualquer instrumento musical, independente do tamanho, inclusive vuvuzelas;

- instrumentos que emitam raios laser, apontadores a laser ou instrumentos similares;

- grandes quantidades de pó, farinha e substâncias similares;

- câmeras (exceto para uso privado e, neste caso, com apenas um conjunto de pilhas sobressalentes ou recarregáveis), quaisquer tipos de câmeras de vídeo ou outros equipamentos de gravação de som e vídeo;

- computadores pessoais e outros dispositivos (incluindo, por exemplo, laptops ou PC tablets) usados para os fins de transmissão ou disseminação de sons, imagens, descrições ou resultados dos eventos pela internet ou outros meios; e

-  outros objetos que comprometam a segurança pública e/ou prejudiquem a reputação do Evento, conforme avaliação ao exclusivo critério das Autoridades da Copa do Mundo da Fifa

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade