0

Discussão Felipão x Van Gaal perde força em revanche gelada

Seleções que se enfrentaram nas quartas de 2010 e viram bate-boca de seus técnicos na primeira fase disputam terceiro lugar em partida sem clima nenhum de decisão

11 jul 2014
06h53
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Luiz Felipe Scolari discutiu com Van Gaal na primeira fase, mas rivalidade com Holanda esfriou</p>
Luiz Felipe Scolari discutiu com Van Gaal na primeira fase, mas rivalidade com Holanda esfriou
Foto: Mowa Press

Duelo provável em uma oitavas de final, Brasil x Holanda será disputado no próximo sábado em Brasília em um clima muito diferente do que um encontro prévio reservaria à Copa do Mundo. Jogo mais indesejado, a disputa do terceiro lugar tirou o peso de uma rivalidade que tem um longo histórico, inclusive com discussão entre os técnicos neste Mundial.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Antes da terceira rodada da primeira fase, o técnico holandês Louis Van Gaal reclamou da definição de seu grupo antes do que o do Brasil, insinuando a possibilidade de uma possível escolha de adversário dos donos da casa para as oitavas. Haveria confronto entre o primeiro e o segundo colocado de cada chave e, em teoria, a Seleção entraria em campo sabendo exatamente o que precisaria fazer para enfrentar cada um.

Felipão não gostou e, em entrevista prévia a Brasil x Camarões em Brasília, atacou Van Gaal. “Primeiro tenho que pensar em ganhar amanhã (contra Camarões). Quero falar isso, porque alguns se manifestam dizendo de escolher o resultado, ou são burras ou mal intencionadas, se perdemos não classificamos. A gente não vai escolher adversário. A Fifa que escolheu as datas e os horários”, disse sem citar o nome do holandês, mas deixando claro a quem se destinava o recado ao citar que Rivaldo, desafeto de Van Gaal, já tinha alertado sobre isso.

Felipão: "a vida segue e agora nosso objetivo é o 3º lugar"

Vinte dias se passaram da discussão e a discussão esfriou com a passagem de brasileiros e holandeses em primeiro do grupo. Não houve o confronto direto, nenhum dos dois técnicos tocou mais no assunto e dificilmente a disputa do terceiro lugar irá reviver a briga. Van Gaal disse que o duelo pelo terceiro lugar sequer deveria ser disputado.

O mesmo pode ser dito de uma possível revanche brasileira pela derrota nas quartas de final em 2010. Júlio César relembrou diversas vezes durante a campanha brasileira na Copa do Mundo o confronto em que falhou feio, mas uma vitória diante dos holandeses pouco compensara a frustração por ter levado sete gols contra a Alemanha.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade