PUBLICIDADE

Para repetir 2013, Seleção ansiosa pega Croácia em estreia

12 jun 2014
06h51 atualizado às 07h56
0comentários
06h51 atualizado às 07h56
Publicidade
<p>Neymar foi um dos jogadores que admitiu a ansiedade para chegar logo a estreia contra a equipe da Croácia, nesta quinta-feira</p>
Neymar foi um dos jogadores que admitiu a ansiedade para chegar logo a estreia contra a equipe da Croácia, nesta quinta-feira
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Quando questionados sobre a estreia na Copa do Mundo contra a Croácia, a resposta uníssona de jogadores e comissão técnica durante a preparação dá um panorama claro da ansiedade do grupo da Seleção Brasileira pela estreia no Mundial: "queremos que chegue logo quinta-feira e que comece de uma vez". A frase repetida pelos brasileiros enfim se tornará realidade, a partir das 17h, na Arena Corinthians, em São Paulo. 

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Chegou a hora, que todos os brasileiros e o mundo estão esperando. Espero que passe o mais rápido possível (até a estreia). Ansioso, mas a felicidade é muito grande. Muitas pessoas queriam estar aqui, estou conquistando o meu e os sonhos do meu amigo. Espero ajudar da melhor forma. Realizar os sonhos de nós jogadores e de todos os brasileiros", disse Neymar, na entrevista um dia antes do jogo.

Para realizar esse sonho citado pela principal estrela da equipe, a Seleção precisará repetir a simbiose vivida com a torcida durante a conquista da Copa das Confederações de 2013, na qual fez uma campanha irrepreensível. Durante a preparação essa busca de se aproximar mais do torcedor foi bem executada, principalmente no amistoso  contra o Panamá, em Goiânia, e nos dias de preparação da Granja Comary, onde o grupo pacientemente distribuiu autógrafos e tirou fotos com os fãs.

Assim como em 2013, o time de Felipão chega com algumas dúvidas em relação ao desempenho de alguns jogadores. Se antes da Copa das Confederações, o perseguido entre os titulares era Hulk, agora é a vez do meia Oscar, que teve que escutar durante os últimos dias o pedido pela entrada de Willian na equipe titular. Em semelhança com o ano passado, Felipão peita as críticas e mantém seu camisa 11 blindado para a abertura da Copa do Mundo.

O mesmo ocorre com o goleiro Júlio César, que é questionado pelas poucas partidas que disputou durante a temporada 2013/14. A similaridade também aparece nos jogadores elogiados. Assim como em 2013, Neymar e a defesa brasileira formada por Thiago Silva e David Luiz chegam com moral para a disputa da Copa do Mundo. 

<p>Técnico croata, Niko Kovac, mostrou em entrevista que estudou bem o funcionamento da Seleção Brasileira para partida de estreia</p>
Técnico croata, Niko Kovac, mostrou em entrevista que estudou bem o funcionamento da Seleção Brasileira para partida de estreia
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Se há muitas semelhanças com a estreia em 2013, um fator é diferente: o time que era desacreditado antes do jogo contra o Japão, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, chega para a disputa da Copa do Mundo como uma das seleções mais temidas e visadas do torneio. Isto ficou claro na entrevista concedida pelo técnico da Croácia, Niko Kovac, nesta quarta-feira. O treinador europeu sabe que a arma para vencer o Brasil é tomar a frente do marcador ou abafar a pressão exercida pela Seleção nos inícios de partidas. 

A Croácia conta também com a impaciência da torcida paulista, tida como uma das mais exigentes do Brasil. "Quanto mais tempo tivermos um resultado positivo maior a probabilidade que os torcedores comecem a ficar nervosos, vamos fazer o possível para isso acontecer", ressaltou Kovac. 

Adversário conhecido do Brasil em estreias de Copa do Mundo (já que em 2006, o grupo dirigido pelo agora coordenador técnico Carlos Alberto Parreira venceu por 1 a 0), os croatas chegam para o Mundial após enfrentarem diversos problemas na preparação para o Mundial. Ao todo cinco jogadores foram cortados e o treinador ainda não poderá contar com a principal estrela no ataque: Mandzukic, do Bayern de Munique, que está suspenso para a estreia para Copa. Por outro lado, o selecionado europeu aposta suas fichas no meio campo habilidoso com Modric (do Real Madrid), Rakitic (do Benfica) e Perisic (do Wolfsburg). 

Veja os bastidores da Seleção Brasileira em São Paulo:
FICHA TÉCNICA
Brasil:
Júlio César, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo e Paulinho; Hulk, Oscar e Neymar; Fred
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Croácia: Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko; Rakitic, Modric e Brozovic (Kovacic); Perisic, Olic e Jelavic
Técnico: Niko Kovac

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 12/06/2014
Horário: 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Yuichi Nishimura (JAP)
Auxiliares: Toru Sagara (JAP) e Toshiyuki Nagi (JAP)

SERVIÇO
A Fifa recomenda aos torcedores que cheguem cedo ao estádio localizado em Itaquera, na Zona Leste da capital paulista. Para isso, algum planejamento será necessário. Não haverá condições práticas de ir para Itaquera de carro. As ruas do entorno do estádio estarão bloqueadas pela Fifa, que restringirá ao máximo a circulação de veículos – nos eventos-teste realizados, foi exigido o credenciamento até mesmo de viaturas de polícia. O local não contém bolsões de estacionamento.

Assim, a indicação do Comitê Organizador Local (COL), bem como dos órgãos estaduais e municipais é fazer uso do metrô e dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para chegar a Itaquera. Com R$ 3,00 cobrados de tarifa única, é possível rodar os 260,8 km de trilhos espalhados entre 92 estações da CPTM, além de 75,5 km de linhas de metrô, com 65 estações. Veja como fazer para chegar ao estádio.

TEMPO
A abertura da Copa do Mundo deve acontecer debaixo de muito sol e sem previsão de chuva para a tarde desta quinta-feira, na capital paulista. A mínima para hoje é de 16º e a máxima de 25º. Saiba mais sobre o tempo em São Paulo aqui.

TRÅNSITO
A recomendação do Comitê Organizador Local é que o torcedor vá de trem ou metrô, mas caso você torcedor resolva ir de carro ou ônibus, acompanhe aqui as informações do trânsito na capital paulista.

SAIBA QUAIS ITENS SÃO PROIBIDOS DE LEVAR
O torcedor que vai à Arena Corinthians deve ficar atento aos itens que são proibidos nos estádios durante as partidas da Copa do Mundo de 2014. São eles:

- armas de qualquer tipo ou objetos que possibilitem a prática de violência;

- qualquer coisa que possa ser usada como arma ou para cortar, apunhalar ou esfaquear, ou como um projétil, especialmente guarda-chuvas longos ou guarda-sóis e outros objetos similares;

- garrafas, copos (exceto copos de plástico), jarras, latas ou qualquer outra forma de recipiente fechado, de qualquer tipo, que possa ser atirado e causar lesões, bem como outros objetos feitos de vidro ou qualquer outro material frágil, estilhaçável ou especialmente duro, embalagens Tetrapak ou caixas térmicas duras;

- fogos de artifício, sinalizadores, bombas e outros artifícios de fumaça e outros engenhos pirotécnicos ou dispositivos que produzam efeitos similares;

- líquidos de qualquer tipo (inclusive bebidas alcoólicas ou não), exceto se adquiridos dentro do Estádio, em copos de plástico, e em conformidade com os procedimentos de segurança aplicáveis aos Eventos;

- alimentos de qualquer tipo, exceto se adquiridos dentro do Estádio ou se forem alimentos especiais para diabéticos;

- narcóticos ou estimulantes;

- materiais relativos a causas ofensivas, racistas ou xenófobas, tema de caridade ou ideológico, incluindo mas não se limitando a cartazes, bandeiras, sinais, símbolos e folhetos, objetos ou roupas, que possam interferir com o aproveitamento do Evento por outros espectadores, tirar o foco desportivo do Evento ou que estimulem qualquer forma de discriminação;

- mastros de bandeiras ou de cartazes de qualquer tipo. Apenas mastros de plástico flexíveis e os chamados mastros duplos que não excedam 1 metro de comprimento e 1 cm de diâmetro e que não sejam feitos de material inflamável são permitidos;

- cartazes ou bandeiras maiores do que 2m x 1m50. Bandeiras e cartazes menores são permitidos, desde que sejam feitos de material considerado pouco inflamável, cumpram as regras e padrões nacionais e não sejam de outra forma proibidos nos termos deste Código de Conduta no Estádio;

- quaisquer tipos de animais, exceto os cães guia. Neste caso, o Visitante do Estádio que pretenda entrar no Estádio acompanhado de um cão guia dentro, deverá apresentar os documentos brasileiros originais, ou cópia autenticada dos mesmos, que (i) comprovem sua deficiência visual; e (ii) comprovem a qualificação do cão como cão guia, nos parâmetros estabelecidos pelas normas aplicáveis.

- quaisquer materiais promocionais ou comerciais, incluindo mas não se limitando a cartazes, bandeiras, sinais, símbolos e folhetos ou qualquer tipo de objeto, material ou roupa promocional ou comercial;

- bolas infláveis, tigelas e projéteis, independente do tamanho;

- latas de spray de gás, substâncias corrosivas, inflamáveis, tintas ou receptáculos contendo substâncias que são prejudiciais à saúde ou altamente inflamáveis. Isqueiros comuns de bolso para cigarros são permitidos;

- objetos volumosos tais como escadas, bancos, cadeiras dobráveis, caixas, recipientes de papelão, sacolas grandes, mochilas, malas e bolsas esportivas. “Volumoso” significa quaisquer objetos que sejam maiores do que 25cmx25cmx25cm e que não possam ser guardados embaixo dos assentos no Estádio;

- grandes quantidades de papel e/ou rolos de papel;

- instrumentos que produzam volume excessivo de barulho, tais como megafones, sirenes ou  buzinas a gás;

- qualquer instrumento musical, independente do tamanho, inclusive vuvuzelas;

- instrumentos que emitam raios laser, apontadores a laser ou instrumentos similares;

- grandes quantidades de pó, farinha e substâncias similares;

- câmeras (exceto para uso privado e, neste caso, com apenas um conjunto de pilhas sobressalentes ou recarregáveis), quaisquer tipos de câmeras de vídeo ou outros equipamentos de gravação de som e vídeo;

- computadores pessoais e outros dispositivos (incluindo, por exemplo, laptops ou PC tablets) usados para os fins de transmissão ou disseminação de sons, imagens, descrições ou resultados dos eventos pela internet ou outros meios; e

-  outros objetos que comprometam a segurança pública e/ou prejudiquem a reputação do Evento, conforme avaliação ao exclusivo critério das Autoridades da Copa do Mundo da FIFA.

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade