1 evento ao vivo

Van Gaal sugere a Felipão se "ater aos fatos" após insultos

11 jul 2014
12h23
atualizado às 13h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Vinte dias depois de Luiz Felipe Scolari ter se referido a Louis Van Gaal como burro ou mal-intencionado, o técnico holandês rebateu pedindo para o brasileiro observar os fatos. A discussão é antiga e teve origem com a reclamação de que a Seleção teria o privilégio de escolher o adversário das oitavas, mas Van Gaal retrucou o rival apenas na véspera do duelo pelo terceiro lugar entre as seleções em Brasília.

<p>Técnico Louis van Gaal em partida contra a Argentina; resposta a Felipão após 20 dias</p>
Técnico Louis van Gaal em partida contra a Argentina; resposta a Felipão após 20 dias
Foto: Pedro Ugarte / AFP

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

“Eu sempre me atenho aos fatos, e o fato é que o Brasil jogou primeiro nas duas primeiras rodadas e na final (da primeira fase) jogou depois. Isso é um fato. E agora o Brasil jogou primeiro e nós depois. Isso é um fato. Não vou ficar enrolando quanto aos fatos. A pergunta é por que isso? Todos sabemos as consequências. Acho que o Scolari pode pensar do porquê disso e ele precisa fazer isso”, disse o técnico.

A reclamação de Van Gaal teve como principal endereçado a Fifa, mas Felipão se sentiu atingido por interpretar que existia uma repercussão exagerada de supostos favorecimentos ao Brasil por jogar em casa. Na ocasião, a Seleção enfrentou Camarões horas depois de a Holanda encarar o Chile e entrou em campo sabendo quem enfrentaria se terminasse em primeiro ou segundo colocado do grupo.

Parreira e Felipão: "tínhamos obrigação de ser otimistas"

Apesar da resposta de Van Gaal, a polêmica perde força diante do tempo de distância para o jogo deste sábado e pelo pouco apelo de uma disputa pelo terceiro lugar. Felipão concederá entrevista ao final da tarde desta sexta-feira no Estádio Mané Garrincha, mesmo palco do duelo.

Van Gaal ainda foi indagado sobre um confronto antigo com Felipão na final do Mundial Interclubes de 1995 entre Grêmio e Ajax. Ele preferiu não fazer paralelos entre suas carreiras desde então, mas elogiou o brasileiro pelo trabalho naquela final perdida pelo time do Rio Grande do Sul nos pênaltis.

“Eu realmente não me lembro o que eu fiz desde então, muito menos outra pessoa. Não estou focalizando nele. Só quando jogo contra a Scolari. E encontrei ele em Tóquio e não pudemos ganhar (no tempo normal). Eles jogaram muito melhor que nós, não foi uma boa experiência. Estávamos em uma temporada sem derrotas e sempre tento ganhar com jogo bonito, e ganhamos nos pênaltis. Jogamos 0 a 0 e não foi o suficiente. Ele instruiu de uma forma que não pudemos ganhar (no tempo normal)”, lembrou.

CORREÇÂO

Diferente do que foi informado anteriormente pelo Terra, Van Gaal se referiu à vitória do Ajax nos pênaltis sobre o Grêmio no Mundial Interclubes de 1995, e não em derrota do seu time na época. Ele diz que seu time não pôde ganhar apenas no tempo normal. A informação foi corrigida às 13h35.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade