0

Após lesão, Fred festeja gols no Mineirão: 'Poder jogar sem dor é uma alegria'

Atacante foi decisivo em triunfo sobre o Vitória

22 nov 2018
01h02
atualizado às 01h02
  • separator
  • comentários

A opção do técnico Sidnei Lobo, interino na ausência médica de Mano Menezes, escalou um time alternativo, com reservas e alguns garotos na noite desta quarta-feira. Mas o veterano Fred, aos 35 anos, não quis saber de brincadeira, marcou dois gols e provou porque é chamado de "Rei do Mineirão". Agora ele soma 52 gols, sendo o maior artilheiro da Era da Arena.

"Para quem ficou tanto tempo fora de campo, sofrendo com a recuperação, às vezes dolorosa, poder jogar sem dor é uma alegria. E fazer gols é sempre gostoso. Fiz o pênalti e depois recebi um belo passe do Raniel pra marcar o outro. Ninguém jogou sozinho", disse o atacante, após a vitória do Cruzeiro sobre o Vitória por 3 a 0.

Já com vaga na Copa Libertadores por causa do título da Copa do Brasil, a comissão técnica da equipe mineira optou por colocar em campo alguns jogadores de pouca rodagem, além de rechear seu banco de reservas de garotos. O interino Sidnei Lobo explicou a opção: "Estou vendo alguns jogadores que tiveram poucas chances e mesclando com alguns garotos que devem em breve ser utilizados pelo clube. Mas vamos ter um time forte contra o Flamengo na próxima rodada".

Não é só o clube que desistiu do Campeonato Brasileiro. A torcida também não quis enfrentar a chuva para ir ao Mineirão, que recebeu o menor público da história em sua Nova Era. Apenas 2.421 pagantes e um total de 4.036 torcedores, menor do que o público de 4.612 registrado em 2017 pelo Campeonato Mineiro na vitória por 2 a 1 do Cruzeiro em cima do Tricordiano.

No domingo, porém, a torcida deve ir em peso ao Mineirão, uma vez que será a despedida do time na temporada em casa e diante do Flamengo, atual vice-líder. No dia 2 de dezembro vai enfrentar o Bahia, em Salvador (BA).

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade