0

Fred reclama de covardia e "hábito feio" de eleger vilões

12 jul 2014
21h27
  • separator
  • comentários

Grande alvo das vaias da torcida brasileira neste sábado, durante a derrota por 3 a 0 para a Holanda na disputa pelo terceiro lugar da Copa do Mundo, o atacante Fred desabafou após a partida e pediu que imprensa e público não elejam "um ou dois" vilões pela eliminação da Seleção. O centroavante, que ficou o tempo inteiro no banco na última partida, era o jogador mais exasperado pelas críticas sofridas depois dos 7 a 1 sofridos diante da Alemanha na semifinal.

<p>Fred na derrota para a Alemanha: centroavante foi o &uacute;nico jogador da Sele&ccedil;&atilde;o a rebater abertamente as vaias da torcida</p>
Fred na derrota para a Alemanha: centroavante foi o único jogador da Seleção a rebater abertamente as vaias da torcida
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Vocês que formam opinião não podem ser injusto nem covardes, porque nós, jogadores e comissão técnica, vamos bater no peito e vamos assumir", disse, referindo-se à imprensa. "Não tem como culpar o Jô por hoje, nem o Fred por antes. É a parte coletiva, o erro faz parte do coletivo. O êxito na Copa das Confederações foi coletivo, então vamos ser homens pra assumir".

O camisa 9 do Brasil fez apenas um gol na Copa do Mundo, na primeira fase, contra Camarões, e foi "eleito" pela torcida para ser vaiado a cada toque na bola no segundo tempo contra a Alemanha. Neste sábado, mesmo sem entrar em campo, Fred foi alvo de hostilidades a cada vez que aparecia no telão do Estádio Mané Garrincha. Para o jogador do Fluminense, essa reação faz parte de um "hábito feio" do povo brasileiro, mas também tem participação da imprensa.

"Isso é normal para mim, mas lógico que, algumas vezes, algumas pessoas podem manipular a massa. Eu vou assumir o que tiver que assumir, mas o que temos que considerar é que, infelizmente, quando se ganha, todo mundo foi bem, e quando se perde, nós brasileiros temos o hábito feio de pegar um ou dois. O negócio é ter o peito aberto, assumir cada um. Vocês sabem que a culpa é de todos nós, vamos morrer abraçados e somos homens para assumir nossas responsabilidades", repetiu.

Fred foi o único jogador brasileiro que rebateu abertamente as vaias da torcida, que viveu uma "lua de mel" com a Seleção desde a Copa das Confederações do ano passado até o jogo das quartas de final contra a Colômbia. Desde a derrota para a Alemanha, porém, xingamentos e vaias foram a constante vinda das arquibancadas. Atletas como Oscar, Hulk e Daniel Alves preferiram não entrar em polêmica e apenas agradeceram ao público pelo apoio recebido durante o Mundial.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade