2 eventos ao vivo

Apresentado, Fernando Bob revela desejo de se aposentar na Ponte

17 fev 2017
14h43
  • separator
  • comentários

Um dia após fechar contrato de empréstimo de um ano para a Ponte Preta , Fernando Bob foi apresentado na Macaca e logo de cara mostrou sua identificação com o time de Campinas e expressou o seu desejo de permanecer na equipe por muitos anos.

"Todo time precisa de um grupo unido e aqui temos tudo para ter essa união e esse conjunto. Eu estou muito feliz, não ter como não estar feliz", afirmou o volante, que pertence ao Internacional, antes de falar que pretende se aposentar na Ponte . "Se eu pudesse, (presidente) Vanderlei, eu fazia um contrato de três anos, fico aqui, aposento aqui e fico tranquilo. Campinas é uma boa cidade, sou muito grato à Ponte, gosto muito de jogar aqui. Fico aqui e não saiu nunca mais".

"Já está feito. Vou falar para o Internacional que são três anos de contrato", respondeu Vanderlei Pereira, que comandará a Macaca até 2018, antes de Fernando Bob acrescentar: "Para mim e para a minha família seria uma maravilha. Ficar aqui, jogar aqui, eu me sinto muito bem. Nada como se sentir bem no seu ambiente de trabalho. Não tem coisa melhor do que estar feliz. É muito bom se sentir em casa".

Leia mais: Inter anuncia contratação de Pottker por quatro anos

O jogador de 29 anos também contou que contou com a ajuda de sua esposa na hora de decidir retornar para ao clube onde ele "mudou sua vida". "Quando eu falei com a minha esposa sobre a possibilidade de voltar, parecia que ela que iria jogar. Ela ainda está em Porto Alegre, mas daqui a pouco está vindo para cá. A cidade é muito boa e nós temos muitos amigos aqui".

Durante a entrevista coletiva, o volante falou sobre a possibilidade de voltar a jogar a Copa Sul-Americana, torneio que a Ponte Preta, com Fernando Bob, foi finalista em 2013, mas que acabou sendo derrotada pelo Lanús por 3 a 1 no placar agregado.

"Gera ansiedade sim. A gente tem grande chance de buscar algo a mais, então gera ansiedade e a gente tem a felicidade de jogar campeonatos importantes. As chances de fazermos coisas diferentes são muito grandes".

Ele também revelou que está preparado para jogar quando o treinador Felipe Moreira precisar. "A nossa pré-temporada começou a pouco tempo lá no Inter. Estou um pouco fora de ritmo, o que é normal no começo do ano. Se o Felipe precisar eu estou pronto", afirmou. "A gente sempre tem que estar".

"Fiquei muito feliz quando o Vanderlei me ligou. Para mim foi gratificante, o reconhecimento do meu trabalho. Quando ele me ligou não pensei duas vezes antes de vir para cá, estou em casa, me sinto bem. Conheço todo mundo, a cidade inteira. Estou muito feliz e pronto para ajudar a Ponte".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade