PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Atlético-MG quebra tabu cruzeirense e assume a liderança

12 jul 2009 17h51
| atualizado às 20h47
Publicidade

Enfim o Atlético-MG derrotou o seu maior rival. Depois de mais de dois anos sem vencer o Cruzeiro, o time alvinegro enfim faturou os três pontos diante do elenco celeste neste domingo, aos triunfar por 3 a 0, no Estádio do Mineirão, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. De quebra, o resultado coloca o elenco comandado por Celso Roth na liderança da competição.

» Fotos de Cruzeiro x Atlético-MG
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o resultado no Mineirão

A última vitória do Atlético-MG sobre o Cruzeiro havia sido em 29 de abril de 2007, na primeira partida da final do Campeonato Mineiro. No dia em que Fábio, do Cruzeiro, ficou marcado por tomar um gol de costas, enquanto caminhava para a meta, os atleticanos fizeram 4 a 0 e provocaram a queda de Paulo Autuori. Éder Luís, Danilinho, Marcinho e Vanderlei fizeram os gols.

Assim, a maior sequência invicta no clássico ainda pertence ao Atlético-MG e é de 13 jogos, contra 12 do Cruzeiro. Entre 1985 e 87, o time celeste ficou sem conhecer o que é vitória contra o maior rival.

De volta a 2009, o time alvinegro ainda contou com uma derrota do Internacional diante do Atlético-PR para assumir a ponta isolada do Brasileiro, agora com 21 pontos. O Cruzeiro, por sua vez, segue com dez pontos.

Com um time misto, de olho na final da Copa Libertadores, que será realizada nesta quarta-feira, diante do Estudiantes, em BH, o Cruzeiro entrou em campo com um time misto e viu o Atlético dominar o duelo.

Mas o pior aconteceu logo aos 15s de jogo, quando Zé Carlos acertou uma cotovelada em Renan e acabou expulso. O Atlético então foi para cima e abriu o marcador com o capitão Júnior, aos 39min do primeiro, com um chute da entrada da área. O segundo gol veio quatro minutos depois, com Alessandro, aproveitando bom passe de Diego Tardelli.

Faltando três minutos para o fim do duelo, Éder Luís aproveitou bobeada do goleiro e marcou um belo gol para decretar o triunfo atleticano.

Na próxima rodada, o líder Atlético enfrentará o São Paulo, no Mineirão, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília). Já o Cruzeiro só volta a jogar no Brasileiro dia 27, diante do Botafogo, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 0 x 3 Atlético-MG

Gols
Atlético-MG: Júnior aos 39min do 1º tempo, Alessandro aos 43min do 1º tempo, Éder Luís aos 43min do 2º tempo

Lances bizarros
No fim da partida, o goleiro Andrey tentou afastar a bola com o peito e deu de presente para Éder Luís que, com categoria, marcou o terceiro por cobertura

Ponto Forte do Cruzeiro
Não tem

Ponto Forte do Atlético-MG
Jogadas pelas laterais, principalmente pela esquerda com Júnior

Ponto Fraco do Cruzeiro
Expulsão de Zé Carlos logo no início enfraqueceu o time

Ponto Fraco do Atlético-MG
No segundo tempo, com 2 a 0, time se acomodou e esfriou o jogo

Personagem do jogo
Júnior, que marcou um gol e criou boas jogadas

Esquema Tático Cruzeiro
4-4-2
Aranha; Jancarlos, Neguete, Vinícius e Diego Renan; Elicarlos, Fabrício (Anderson Uchoa), Fabinho (Anderson) e Athirson, Thiago Ribeiro (Wanderley) e Zé Carlos; Técnico: Adílson Batista

Esquema Tático Atlético-MG
4-4-2
Juninho; Marcos Rocha (Alessandro), Werley, Welton Felipe, Thiago Feltri, Renan (Serginho), Márcio Araújo, Jonílson, Júnior (Evandro), Éder Luís e Diego Tardelli; Técnico: Celso Roth

Cartões Amarelos
Cruzeiro: Elicarlos, Wanderley
Atlético-MG: Marcos Rocha, Márcio Araújo, Alessandro, Renan, Serginho

Cartões Vermelhos
Cruzeiro: Zé Carlos

Árbitro
Paulo César Oliveira

Local
Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)


Fonte: Terra
Publicidade