PUBLICIDADE
Logo do

Internacional

Meu time

Azulado, líder Palmeiras espanta má fase e bate Inter

22 ago 2009 20h26
| atualizado às 22h03
Publicidade

Sem vencer há quatro rodadas e com a liderança colocada em risco na última rodada, o Palmeiras se reabilitou na noite deste sábado ao derrotar um adversário direto na luta pelo título. Usando um uniforme azul, lançado como terceira opção na última quinta-feira e que dividiu opinião dos torcedores, a equipe fez o dever de casa no Palestra Itália e derrotou o Internacional por 2 a 1, com mais uma atuação decisiva de Diego Souza.

» Veja fotos de Palmeiras x Internacional
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Compre e venda ações dos times da Série A no Futex
» Problemas no estádio? Mande seu relato
» Comente a vitória do Palmeiras

Vindo de empates diante Grêmio, Atlético-MG e Botafogo, somada à derrota sofrida na última quarta diante do Coritiba, o time paulista não sabia o que era vencer desde o dia 1º de agosto, quando derrubou o Sport pelo placar mínimo. O triunfo ainda serve para apagar as duas últimas apresentações em casa, quando ficou no 1 a 1 e decepcionou seus torcedores.

Enquanto o Palmeiras chega aos 40 pontos e segura a liderança por, pelo menos mais uma rodada, o Internacional tem ameaçada a sua vaga no grupo de acesso à Libertadores do ano que vem. Ao iniciar a rodada no quarto lugar, o time dirigido pelo técnico Tite pode perder a posição para Atlético-MG, Corinthians, Barueri e Avaí, apesar de ter dois jogos a menos que a maioria dos adversários.

A reação alviverde também representa a primeira vez que o time marcou mais de um gol na mesma partida sob o comando de Muricy Ramalho. Antes, colecionou duas vitórias pelo placar mínimo, três empates por 1 a 1 e uma derrota por 1 a 0, diante do Coritiba. Precisando de gols para se reabilitar, o Palmeiras teve como incentivo a força de seu torcedor, que empurrou a equipe para cima desde o apito inicial.

No entanto, só tirou o zero do placar aos 37min de jogo, quando começou a brilhar a estrela de Diego Souza. O meia entrou pelo lado direito da área, caminhou para o centro e foi derrubado por Danny Morais, em pênalti que foi comemorado pelo jogador como se fosse um gol. Na cobrança, o centroavante Obina não perdôou e deslocou o arqueiro Lauro.

Já na volta do vestiário, o camisa sete apareceu mais uma vez bem e contou com a sorte ao tentar uma finalização de fora da área, contar com o desvio de Sorondo, e deixar Ortigoza em boa situação para ampliar a vantagem alviverde. Com a vantagem, Diego Souza passou a ser também o responsável por administrar o jogo com passes precisos e dribles desconcertantes.

No entanto, nem assim conseguiu ter tranquilidade até o apito final. Com 42min jogados da etapa final, o jovem meia Giuliano passou com facilidade pela marcação palmeirense e acertou o ângulo de Marcos em uma finalização de fora da área, marcando um belo gol no Palestra Itália. Assim, o início da reação colorada gerou uma pressão nos acrésscimos, mas a equipe mandante se posicionou bem e garantiu o triunfo para alegria de sua torcida.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 2 x 1 Internacional

Gols
Palmeiras: Obina, aos 39min do 1º tempo, e Ortigoza, a 1min do 2º tempo
Internacional: Giuliano, aos 42min do 2º tempo

Pontos Fortes do Palmeiras
- Velocidade nas jogadas de ataque e grande atuação de Diego Souza no meio

Ponto Forte do Internacional
- Reação no final do jogo, quando cresceu na partida, pressionou o Palmeiras e esteve perto de conquistar o empate

Pontos Fracos do Palmeiras
- Falta de criatividade no setor de armação, principalmente após a saída de Cleiton Xavier, e seguidos erros de passe que atrapalharam a evolução da equipe no ataque

Ponto Fraco do Internacional
- Má pontaria de seus atacantes, que tiveram muitas chances de gol e pararam na presença de Marcos ou finalizaram sem direção nas outras vezes

Personagem do jogo
Diego Souza, do Palmeiras

Destaque negativo do jogo
Lesão de Cleiton Xavier, que prejudicou a qualidade da partida

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Marcos; Wendel, Maurício, Danilo e Armero; Edmilson (Jumar), Souza, Cleiton Xavier (Deyvid Sacconi) (Sandro Silva) e Diego Souza; Ortigoza e Obina; técnico: Muricy Ramalho

Esquema Tático do Internacional
4-4-2
Lauro; Danilo Silva, Danny Morais, Sorondo e Kléber; Sandro, Guiñazu, Giuliano e Andrezinho (Vagner Lima); Taison (Bolaños) e Alecsandro; técnico: Tite

Cartões Amarelos
Palmeiras: Armero, Deyvid Sacconi e Diego Souza
Internacional: Danilo Silva, Danny Morais, Sandro, Guiñazu e Giuliano

Árbitro
Wilton Pereira Sampaio (DF)

Local
Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)




Fonte: Terra
Publicidade