PUBLICIDADE
Logo do

Vitória

Meu time

Com ajuda de reservas, Vitória bate Náutico de virada

18 out 2009 20h24
| atualizado às 22h02
Publicidade

O Vitória tomou um susto, mas no fim conseguiu vencer no Campeonato Brasileiro. Depois de uma derrota e dois empates, a torcida do rubro-negro baiano fez festa com a virada por 3 a 1 sobre o Náutico. Leandrão, que saiu do banco de reservas, foi o destaque da partida com dois gols.

» Fotos de Vitória x Náutico
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Compre e venda ações dos times da Série A no Futex
» Problemas no estádio? Mande seu relato
» Comente o resultado do jogo

O resultado muda pouco a situação do Vitória na tabela. Mas como são os times do meio da tabela que mais tem pontuado, o time baiano volta a ficar próximo do G-4. Com 44 pontos e agora na nona colocação, o Vitória aproveitou os tropeços dos times de cima da tabela para ficar a cinco pontos da zona de classificação para a Copa Libertadores.

Já o Náutico perdeu a chance de escapar da zona de rebaixamento e aproveitar que Botafogo e Santo André perderam na rodada. O time pernambucano não conseguiu segurar o resultado de 1 a 0, obtido aos 2min do segundo tempo com Bruno Mineiro e permanece em 18º, com 29 pontos.

Mas o triunfo do Vitória teve requintes de crueldade. No primeiro tempo, teve chance de sair na frente, com Roger. Mas o atacante e artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, com 13 gols, desperdiçou a cobrança. No segundo tempo, logo no início, o Náutico ficou na frente do placar.

Mas Vágner Mancini resolveu mexer e conseguiu mudar a cara da equipe e consequentemente do jogo. Afinal de contas, seus reservas participaram dos três gols que deram os três pontos para o vitória.

O primeiro a entrar foi Leandrão, no lugar do vaiado Roger. Se o artilheiro da equipe perdeu a oportunidade, seu substituto mostrou oportunismo logo com quatro minutos em campo. Aos 17, ele aproveitou cruzamento de Nino e de cabeça fez o gol de empate.

O bom momento de Leandrão se confirmou aos 36min quando Jackson, que acabara de entrar serviu o para o atacante dar um toque e desviar do goleiro Gledson.

No último gol, já nos acréscimos, Neto Berola, que também saiu do banco, deu passe para Jackson chutar entre as pernas do arqueiro pernambucano e encerrar a contagem no Barradão.

FICHA TÉCNICA

Vitória 3 x 1 Náutico

Gols
Vitória: Leandrão, aos 17 e 36min do segundo tempo e Jackson, aos 47min do segundo tempo
Náutico: Bruno Mineiro, aos 2min do primeiro tempo

Ponto Forte do Vitória
Alterações de Mancini no segundo tempo surtiram efeito e time conseguiu virar a partida

Ponto Forte do Náutico
Mesmo com um a menos o time teve aplicação tática e se esforçou em campo

Ponto Fraco do Vitória
Roger perdeu pênalti, ficou impedido e ainda foi vaiado ao ser substituído

Ponto Fraco do Náutico
A expulsão infantil do zagueiro Vágner Silva

Personagem do jogo
Leandrão fez dois gols e virou a partida para o vitória

Esquema Tático do Vitória
4-4-2
Viáfara; Nino, Wallace, Fábio Ferreira e Leandro; Vânderson (Neto Berola), Uelliton, Ramon e Willian; Roger (Leandrão) e Glaucio (Jackson). Técnico: Vágner Mancini

Esquema Tático do Náutico
3-5-2
Gledson; Asprilla, Vágner Silva e Cláudio Luiz; Patrick (Marcio), Derley (Tuta), Rudnei (Johnny), Irênio e Michel; Carlinhos Bala e Bruno Mineiro. Técnico: Geninho

Cartões Amarelos
Vitória: Nino, Vânderson, Uelliton e Ramon
Náutico: Asprilla, Claudio Luiz, Rudnei, Michel e Carlinhos Bala

Cartão Vermelho
Náutico: Vágner Silva

Árbitro
André Luiz de Freitas Castro

Local
Barradão, em Salvador (BA)



Vitória tem a ajuda dos jogadores que saíram do banco para vencer o Náutico
Vitória tem a ajuda dos jogadores que saíram do banco para vencer o Náutico
Foto: Eduardo Martins/A Tarde / Futura Press
Fonte: Terra
Publicidade