PUBLICIDADE
Logo do

Náutico

Meu time

Com recepção "fria", São Paulo vence na estreia de R. Gomes

27 jun 2009 18h01
| atualizado às 22h45
Publicidade

Em meio à maior crise que enfrentou nos últimos anos e a consequente demissão de Muricy Ramalho, o São Paulo encerrou um jejum de quatro jogos sem vitórias na tarde deste sábado. Com um público decepcionante de quase 8 mil torcedores no Estádio do Morumbi, o time tricolor encontrou dificuldades para bater o Náutico por 2 a 0 pelo Campeonato Brasileiro, na partida que marcou a estreia do técnico Ricardo Gomes no comando da equipe.

» Veja fotos de São Paulo x Náutico
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente a estreia de Ricardo Gomes no São Paulo

Sem somar três pontos nos últimos quatro compromissos (três pelo Brasileiro e um pela Libertadores), o time paulista se recuperou dos últimos tropeços e dá confiança para o novo treinador trabalhar na próxima semana. Ameaçada de entrar na zona do rebaixamento do torneio nacional nesta oitava rodada, a equipe chega aos dez pontos e deixa o rival pernambucano com dois a menos.

Em crise após a eliminação na Libertadores diante do Cruzeiro, os empates contra Avaí e Santo André, além de nova derrota em clássicos contra o Corinthians, no final de semana passado, o São Paulo voltou a mostrar os antigos problemas de armação dos últimos dias do comando de Muricy Ramalho e só chegou com perigo nos tiros de longa distância e jogadas aéreas.

E foi justamente em um destes lances que a equipe abriu o placar, logo no início do segundo tempo. No primeiro minuto após o reinício da partida, Hernanes bateu falta para a área e o zagueiro Jean Rolt foi mais rápido que os rivais ao entrar sozinho e tocar de cabeça, anotando seu primeiro gol com a camisa são-paulina. Na sequência da etapa final, o Náutico ameaçou e carimbou a trave tricolor em duas oportunidades, mas não evitou novo tropeço.

O pequeno número de torcedores que compareceu ao Morumbi também não se mostrou satisfeito com o que viu em campo. No decorrer do segundo tempo, o centroavante Washington aumentou a ira da torcida ao desperdiçar boas chances e deixou o gramado vaiado, aos 29min, para a entrada do jovem Oscar. E no fim, aos 40min, Hernanes bateu falta da esquerda e tranquilizou os fãs que foram ao estádio. Em um chute forte, a bola ainda desviou na zaga adversária e interrompeu a pressão do Náutico, fechando o placar na capital paulista.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 2 x 0 Náutico

Gols
São Paulo: Jean Rolt, a 1min, e Hernanes, aos 40min do 2º tempo

Ponto Forte do São Paulo
- Chutes de fora da área, principalmente com Hernanes, Júnior César, Richarlyson e Borges, que acertou a trave na primeira etapa;
- Levantamentos na área, lance que deu certo na era Muricy e gerou o primeiro gol do comando de Ricardo Gomes

Ponto Forte do Náutico
- Rápidos contra-ataques, principalmente no primeiro tempo, quando criou chances nas vezes em que subiu;
- Pressão exercida na segunda etapa, quando chegou a acertar duas bolas na trave são-paulina

Ponto Fraco do São Paulo
- Baixo aproveitamento nas finalizações do ataque, com Borges e principalmente Washington, que segue contestado pela torcida

Ponto Fraco do Náutico
- Excesso de faltas cometidas pelos seus homens de defesa, que receberam cartões amarelos e por pouco não prejudicam ainda mais a atuação dos visitantes

Personagem do jogo
Ricardo Gomes, técnico estreante do São Paulo

Destaque negativo do jogo
Washington, que mais uma vez passou em branco, desperdiçou chances e foi vaiado pela torcida tricolor

Esquema Tático do São Paulo
4-4-2
Denis; Zé Luis, Renato Silva, Jean Rolt e Junior Cesar; Eduardo Costa, Richarlyson (Jorge Wagner), Hernanes e Marlos (Hugo); Borges e Washington (Oscar); técnico: Ricardo Gomes

Esquema Tático do Náutico
3-5-2
Eduardo; Galiardo, Asprilla e Gladstone; Sidny (Juliano), Derley, Johnny, Aílton (Edson Miolo) e Anderson Santana; Gilmar e Márcio Barros (Anderson Lessa); técnico: Márcio Bittencourt

Cartões Amarelos
São Paulo: Renato Silva, Richarlyson e Eduardo Costa
Náutico: Galiardo, Gladstone, Asprilla, Juliano e Derley

Árbitro
Andre Luiz de Freitas Castro (GO)

Público
7.977 pagantes

Renda
R$ 180.060,00

Local
Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)




Fonte: Terra
Publicidade