PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Com um a menos, Palmeiras empata com Corinthians no fim e lidera

1 nov 2009 18h02
| atualizado em 2/11/2009 às 16h32
Publicidade

No aguardado clássico com o Corinthians na tarde deste domingo, o Palmeiras contou com dois gols de zagueiros para arrancar um empate por 2 a 2 em Presidente Prudente e sustentar uma invencibilidade de três anos sem ser batido pelo rival, além de retomar a liderança do Campeonato Brasileiro após 33 rodadas disputadas. Com o arqueiro Marcos expulso ainda no primeiro tempo, o time alviverde ficou atrás no placar em duas oportunidades, em tentos anotados por Ronaldo, mas buscou a igualdade com os defensores Maurício e Danilo.

» Veja fotos de Palmeiras x Corinthians
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o empate em Presidente Prudente

Líder da competição nacional desde o dia 29 de julho (contando finais de rodadas), o Palmeiras fez seu 18º jogo consecutivo nesta tarde como primeiro colocado, somou seu 58º ponto e só leva vantagem em relação ao São Paulo no saldo de gols (15 a 12). De quebra, manteve o histórico de sucessos sobre o maior rival, já que não perde desde o dia 25 de outubro de 2006 (cinco vitórias e agora dois empates no período), incluindo o triunfo por 3 a 0 obtido no primeiro turno, no dia 26 de julho, quando o artilheiro Obina marcou três vezes também na cidade do interior do Estado.

Desta vez, o xodó da torcida pouco tempo teve para mostrar serviço e voltar a encantar a torcida após os 4 a 0 do meio de semana sobre o Goiás, em que também foi às redes em três oportunidades. Assim como havia feito no mesmo gramado, mas no empate por 1 a 1 no Campeonato Paulista, Ronaldo marcou sobre o rival e manteve o bom histórico em clássicos (já balançou as redes de São Paulo e Santos também). Neste domingo, foram dois gols, ambos após boas jogadas do argentino Defederico, que agora deixam o Corinthians estacionado na décima posição, com 46 pontos.

No forte calor do interior paulista, o Palmeiras mostrou desde o início que precisava mais da vitória e dominou as ações, rondando a área rival durante a maior parte do tempo, mas sem conseguir criar chances reais. No entanto, um lance ocorrido aos 36min de jogo mudou o panorama e colocou o Corinthians em vantagem quando Defederico fez lançamento para Jorge Henrique driblar Marcos e ser derrubado na área, lance que rendeu a expulsão do goleiro alviverde. Na cobrança, Ronaldo superou o reserva Bruno e mandou para as redes.

Com um jogador a menos e em desvantagem no placar, o Palmeiras perdeu sua força ofensiva com a saída de Obina e ofereceu poucos riscos ao Corinthians no restante da primeira etapa. Porém, com apenas 6min após o reinício, o time mandante no duelo conseguiu chegar ao empate graças a uma bola parada e falha da defesa rival. Em cobrança de falta de Figueroa pelo lado esquerdo, Danilo subiu mais que os atletas alvinegros, se antecipou a Felipe e testou para o gol.

A nova igualdade no placar renovou o ânimo alviverde na partida, mas não foi suficiente para compensar a superioridade numérica de jogadores corintianos em campo. Assim, o time do Parque São Jorge voltou a assustar em uma finalização de Balbuena que acertou o travessão e retomou o comando do marcador aos 19min, em outro ótimo lançamento de Defederico, que desta vez achou Ronaldo em condições para tocar com a perna esquerda e vencer Bruno pela segunda vez na tarde.

Atrás novamente no placar e quase sem forças para correr atrás de outra igualdade, o Palmeiras fez a última aposta nas bolas altas e viu brilhar a estrela de mais um de seus zagueiros aos 38min. Assim como fez no primeiro gol, Figueroa bateu falta para a área, desta vez pelo lado direito, e Maurício apareceu sem marcação para testar no canto direito de Felipe e segurar o time alviverde na primeira colocação por, pelo menos, mais uma rodada.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 2 x 2 Corinthians

Gols
Palmeiras: Danilo, aos 6min, e Maurício, aos 39min do 2º tempo
Corinthians: Ronaldo, aos 37min do 1º tempo, e aos 20min do 2º tempo

Polêmica de arbitragem
- Reclamação corintiana de uma falta dura cometida por Danilo em Jorge Henrique, aos 41min do primeiro tempo. Enquanto os representantes do time alvinegro pediam o cartão vermelho ao palmeirense, o árbitro mostrou o amarelo ao jogador por carrinho que acertou a perna do atacante adversário

Ponto Forte do Palmeiras
- Marcação eficiente até os 36min, quando Marcos foi expulso e desmontou o esquema montado por Muricy Ramalho;
- Poder de reação no segundo tempo, quando foi buscar o empate por duas vezes por meio de seus zagueiros

Pontos Fortes do Corinthians
- Velocidade nas jogadas ofensivas, principalmente com Defederico, e poder de definição de Ronaldo

Ponto Fraco do Palmeiras
- Espaços deixados no meio campo para a armação das jogadas corintianas

Ponto Fraco do Corinthians
- Desatenção nas bolas altas na área, jogadas em que o Palmeiras conseguiu seus dois gols

Personagem do jogo
Ronaldo, do Corinthians

Destaque negativo do jogo
Vagner Love, do Palmeiras

Comentários sobre o jogo

Esquema Tático do Palmeiras
3-5-2
Marcos; Maurício, Danilo e Marcão (Marquinhos); Figueroa, Jumar, Souza (Ortigoza), Diego Souza e Armero; Obina (Bruno) e Vagner Love; técnico: Muricy Ramalho

Esquema Tático do Corinthians
4-4-2
Felipe; Jucilei, Chicão, William e Balbuena (Dentinho); Boquita, Elias, Edu e Defederico (Edno); Jorge Henrique (Souza) e Ronaldo; técnico: Mano Menezes

Cartões Amarelos
Palmeiras: Ortigoza, Vagner Love, Danilo, Jumar e Diego Souza
Corinthians: Elias e Chicão

Cartões Vermelhos
Palmeiras: Marcos

Árbitro
Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)

Público
18.752 pagantes

Renda
R$ 740.200,00

Local
Estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP)





Fonte: Terra
Publicidade