PUBLICIDADE
Logo do

Goiás

Meu time

Cruzeiro vence fácil e deixa o Goiás fora do G-4

8 out 2009 22h51
| atualizado em 9/10/2009 às 00h53
Publicidade

O Cruzeiro venceu com facilidade o Goiás por 3 a 0 no Mineirão na noite desta quinta-feira pela 28º rodada do Campeonato Brasileiro. Valeram a estrela do estreante Leandro Lima, que entrou no lugar de Gilberto e abriu o caminho da vitória para a equipe mineira, e a apresentação de gala do artilheiro Wellington Paulista, que marcou duas vezes. O Goiás, por sua vez, deixou escapar a chance de voltar ao G-4, dado que o Atlético-MG, que está na sua frente na 4º colocação, perdeu para o Botafogo.

» Veja fotos de Cruzeiro x Goiás
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Compre e venda ações dos times da Série A no Futex
» Clique e saiba o que é Futweet
» Problemas no estádio? Mande seu relato
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o resultado do jogo

O jogo começou morno, mas logo o Cruzeiro fez valer a força de jogar em casa e começou a pressionar o Goiás. Com controle total do meio de campo, ficou fácil para a equipe mineira chegar ao ataque. O Goiás, por sua vez, procurava se defender como podia e sair no contra-ataque.

No entanto, quem brilhou na primeira etapa foi o goleiro Harlei, do Goiás, que evitou que o Cruzeiro abrisse o marcador. Entre as grandes defesas feitas pelo arqueiro, a principal aconteceu aos 35min. Leonardo Silva fez grande jogada individual, invadiu a área e cruzou. Marquinhos Paraná ajeitou de cabeça, Gilberto chutou forte e Harlei impediu o que era um gol certo.

O Cruzeiro continuou tentando, principalmente nos chutes de longa distância, mas uma má notícia veio no final do primeiro tempo. Aos 41min, Gilberto Silva, sentindo o tendão de aquiles, deu lugar a Leandro Lima.

O goleiro ainda pegou bons chutes de Leandro Lima, Henrique e Jonathan. E o que se viu nos primeiros 45 minutos sem gols foi isto: um Cruzeiro agressivo, mas parando nas defesas de Harlei. E um Goiás recuado, acionando pouco ou quase nada os atacantes Fernandão e Iarley.

Na segunda etapa, logo nos primeiros minutos, o Cruzeiro deixou claro que somente a boa atuação de Harlei não seria suficiente para impedir a derrota do Goiás. Logo no primeiro minuto, em bola jogada na área goiana, Wellington Paulista, sozinho, cabeceou na trave direita de Harlei. No rebote, Leandro Lima completou para o fundo das redes.

Logo em seguida, aos 3min, o Cruzeiro ampliou. Wellington Paulista dominou na entrada da área e chutou forte, no canto inferior esquerdo de Harlei, marcando um belo gol.

Para piorar a situação do Goiás, Leandro Euzébio fez falta muito violenta em Thiago Ribeiro e recebeu o cartão vermelho aos 5min, deixando a equipe com um a menos em campo. A consequência foi o terceiro gol do Cruzeiro, aos 9min, quando Diego Renan foi lançado na área, Amaral afastou errado e Wellington Paulista pegou a sobra para chutar sem chances para Harlei e marcar seu segundo gol na partida.

No restante do tempo, bastou ao Cruzeiro administrar a vantagem diante de um apático e abatido Goiás, garantindo os 3 a 0 e três pontos para a equipe mineira.

Com o resultado, o Goiás permanece fora do G-4, na 5º posição, com 45 pontos, dois atrás do Atlético-MG, 4º colocado com 47 pontos. O Cruzeiro vai a 39 pontos e agora ocupa a 10º colocação, buscando se recuperar no Campeonato Brasileiro e, quem sabe, alcançar uma vaga na Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 3 x 0 Goiás

Gols
Cruzeiro: Leandro Lima, a 1min do 2º tempo e Wellington Paulista, aos 3min e aos 9min do 2º tempo

Ponto Forte do Cruzeiro
Movimentação rápida do ataque

Ponto Forte do Goiás
Não houve

Ponto Fraco do Cruzeiro
Erros de finalização no 1º tempo

Ponto Fraco do Goiás
Marcação muito ruim e apatia

Personagem do jogo
Wellington Paulista, autor de 2 gols

Esquema Tático Cruzeiro
4-4-2
Fábio; Jonathan, Leonardo Silva (Caçapa), Gil e Diego Renan; Elicarlos, Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto (Leandro Lima); Wellington Paulista e Thiago Ribeiro (Guerrón) Técnico: Adílson Batista

Esquema Tático Goiás
3-6-1
Harlei; Ernando, Amaral e Leandro Euzébio; Vítor, Everton, Ramalho, Léo Lima (Henrique), Fernandão (Romerito) e Júlio César; Iarley (Felipe) Técnico: Hélio dos Anjos

Cartões Amarelos
Cruzeiro: Leonardo Silva e Diego Renan
Goiás: Vítor, Éverton e Henrique

Cartões Vermelhos
Goiás: Leandro Euzébio

Árbitro
Leandro Pedro Vuaden (RS)

Local
Mineirão, em Belo Horizonte




Fonte: Terra
Publicidade