PUBLICIDADE
Logo do

Sport

Meu time

De virada, Cruzeiro aumenta desespero do Sport e entra no G-4

7 nov 2009 20h24
| atualizado às 22h16
Publicidade

Em uma virada parecida com a que sofreu contra o Fluminense no Mineirão, o Cruzeiro derrotou o Sport por 3 a 2, neste sábado, na Ilha do Retiro, e entrou provisoriamente no grupo dos quatro melhores colocados do Campeonato Brasileiro. Thiago Ribeiro, Leonardo Silva e Guerrón marcaram os gols cruzeirenses e Wilson fez os dois dos pernambucanos.

» Veja fotos de Sport x Cruzeiro
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o jogo no Recife

Cruzeiro vence Sport e entra no G-4
Cruzeiro vence Sport e entra no G-4
Foto: Correia Neto / Gazeta Press

O Sport, que chegou a abrir 2 a 0 no placar, agora tem uma situação desesperadora na briga pelo rebaixamento. Na lanterna com 30 pontos, o clube rubro-negro chegará no máximo aos 42, número que segundo os matemáticos pode não ser suficiente para a permanência na Série A.

Já o Cruzeiro se reabilita da surpreendente derrota para o Fluminense, quando chegou a ter 2 a 0 no placar mas perdeu por 3 a 2, e vê uma vaga na Libertadores mais de perto. E o título ainda é matematicamente viável.

Com 54 pontos e uma vitória a mais do que o Flamengo, o clube mineiro assumiu o quarto lugar e torcerá contra os cariocas, que enfrentam o Atlético-MG no domingo, e contra o Inter, que tem 52 pontos e pega o Barueri, para terminar a rodada na mesma posição. O líder São Paulo tem 59 e o Palmeiras pode chegar a 61.

Na próxima rodada, o Cruzeiro espera um Mineirão lotado para enfrentar o Grêmio, no sábado. Já o Sport pode até ser rebaixado caso perca do Palmeiras, quarta-feira, no Palestra Itália, e outros resultados o prejudiquem.

De olho em uma vaga na Libertadores do ano que vem, o Cruzeiro percebeu que seria fundamental apertar o Sport desde o início. Em três minutos, duas finalizações dos mineiros que obrigaram boas defesas do goleiro Magrão.

Mas quem ataca muito também deixa espaços na defesa. E o Cruzeiro foi castigado. Aos 12min, o Sport abriu o placar em uma jogada de velocidade. Na esquerda, Arce foi lançado em posição duvidosa e, ao perceber a saída do goleiro Fábio, cruzou para Wilson completar livre no meio da área.

O gol abalou o Cruzeiro. Três minutos depois, o Sport ampliou. Wilson recebeu assistência de Adriano Pimenta e mandou uma bomba na saída de Fábio. Caprichosa, a bola tocou nas duas traves da meta mineira e entrou.

O Cruzeiro mostrou, porém, rápido poder de reação. Aos 19min, a diferença foi reduzida com o gol de Thiago Ribeiro, que, após cobrança de falta de Fabrício, aproveitou a sobra dentro da área para superar o goleiro Magrão.

Animado, o Cruzeiro avançou mais suas linhas em busca do empate. Até o intervalo, brilhou a estrela de Magrão, que fez defesas espetaculares na cabeçada de Gilberto e no chute cruzado de Wellington Paulista.

Preocupado com as investidas do Cruzeiro, o técnico Péricles Chamusca reforçou a marcação do Sport no segundo tempo com a presença de Zé Antônio no lugar de Fabiano. O castigo pela retranca foi rápido. O Cruzeiro alcançou o empate aos sete minutos, com Leonardo Silva, que completou de cabeça a falta cobrada por Gilberto na esquerda.

Pouco depois, a situação ficou mais complicada para os pernambucanos. Andrade já tinha amarelo e cometeu falta em Jonathan na meia direita. Resultado: acabou expulso de campo. O desespero já tomava conta das arquibancadas da Ilha do Retiro.

Ousado, Adilson Batista colocou imediatamente o atacante Guerrón em campo no lugar do lateral Diego Renan. Na primeira finalização, o equatoriano decidiu. Aos 20min, ele completou cruzamento de Wellington Paulista e decretou a virada.

No final, os visitantes apenas administraram a superioridade em campo, enquanto o Sport perdeu a cabeça: Hamilton também foi expulso.

FICHA TÉCNICA

Sport 2 x 3 Cruzeiro

Gols
Sport: Wilson, aos 12 e 15mindo primeiro tempo
Cruzeiro: Thiago Ribeiro, aos 19mindo primeiro tempo; Leonardo Silva, aos 6min, e Guerrón, aos 20min do segundo tempo

Polêmica de arbitragem
- No primeiro gol do Sport, Arce foi acionado em posição duvidosa

Ponto Forte do Sport
- Início arrasado, com dois gols em rápidas jogadas ofensivas

Pontos Fortes do Cruzeiro
- Boas jogadas pelas laterais
- Mesmo com o resultado adverso conseguiu ir para cima e virar a partida

Ponto Fraco do Sport
- O time recuou muito após fazer 2 a 0
- Erros excessivos de passes
- Nervosismo no segundo tempo, quando teve dois jogadores expulsos

Ponto Fraco do Cruzeiro
- Mesmo com um jogador a mais se acomodou no jogo e quase levou o empate

Personagem do jogo
Thiago Ribeiro, que marcou o primeiro gol cruzeirense e criou várias chances

Esquema Tático do Sport
4-4-2
Magrão; Moacir, César, Durval e Fininho; Hamilton, Andrade, Fabiano (Zé Antônio) e Adriano Pimenta (Isael); Wilson e Arce (Ciro)
Técnico: Péricles Chamusca

Esquema Tático do Cruzeiro
4-4-2
Fábio; Jonathan, Gil, Leonardo Silva e Diego Renan (Guerrón); Fabrício (Fabinho), Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista (Athirson)
Técnico: Adílson Batista

Cartões Amarelos
Sport: Fabiano e Fininho
Cruzeiro Gil e Wellington Paulista

Cartões Vermelhos
Sport: Andrade e Hamilton

Árbitro
Paulo Henrique Bezerra (SC)

Local
Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Com informações da agência Gazeta Press.




Fonte: Terra
Publicidade