PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Depois de protesto, Santos reage e empata com Barueri

15 jul 2009 22h54
| atualizado em 16/7/2009 às 02h30
Publicidade

Depois de ficar atrás durante quase 90 minutos de jogo, a equipe do Santos, comandada pelo interino Serginho Chulapa, mostrou raça e arrancou um empate com o Barueri, por 3 a 3, na Vila Belmiro, nesta quarta-feira.

» Fotos do jogo na Vila Belmiro
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o resultado na Vila Belmiro

No intervalo, quando estava perdendo por 3 a 1, os jogadores foram para o vestiário debaixo de xingamentos e pipocas. O protesto mexeu com os jogadores santistas que deram a volta por cima na segunda etapa. Após marcar o tento de empate, aos 43min do segundo tempo, Neymar chegou até a comer as pipocas atiradas pelos torcedores no gramado, para mostrar que o elenco alvinegro não é "pipoqueiro".

Com o resultado, o time alvinegro permaneceu na 11ª posição do Campeonato Brasileiro, com 14 pontos ganhos. Já o Barueri, com o empate cedido no final, perdeu a chance de entrar no G4 e ocupa a quinta colocação, com 18 pontos.

O Barueri abriu o placar aos 12min do primeiro tempo. Wagner Diniz falhou ao tentar cortar a bola na área, Val Baiano aproveitou, recuperou a bola e chutou no canto direito de Douglas.

O gol desestabilizou de vez a equipe santista, que levou o segundo tento cinco minutos mais tarde, novamente por uma falha de Wagner Diniz. Fernandinho dominou bem na esquerda após se livrar do lateral alvinegro, avançou na área e chutou cruzado para ampliar.

O Santos esboçou uma recuperação aos 26min. Ralf derrubou Rodrigo Souto na meia-lua. Madson cobrou a falta por cima da barreira, Renê ainda tocou na bola, mas não evitou o gol santista.

Porém, quatro minutos depois, os visitantes jogaram um balde de água fria nas pretensões santistas. Fernandinho subiu bem pela esquerda, passou mais uma vez por Wagner Diniz e cruzou. Val Baiano arrematou de primeira e marcou o terceiro do Barueri.

No começo do segundo tempo, o Santos voltou melhor e foi beneficiado pela expulsão de Ralf logo no primeiro minuto. Com um a mais em campo, Serginho Chulapa colocou Róbson e Neymar nos lugares de Roni e do zagueiro Fabão.

O Barueri se recuou e a equipe da casa passou a pressionar, conseguindo o segundo gol aos 35min. Em cobrança de tiro livre indireto, Neymar ajeitou para Paulo Henrique Lima que chutou. Renê espalmou e Róbson pegou a sobra para empurrar para as redes e diminuir.

O time do Santos arrancou o heróico empate aos 43min. Após cruzamento da direita na primeira trave, Neymar subiu livre e cabeceou para empatar, extravasando na comemoração.

Na próxima rodada, o Santos tem outro confronto duro no clássico contra o São Paulo, no Morumbi. Já o Barueri tenta se manter entre os primeiros colocados no duelo contra o Náutico, em casa.

FICHA TÉCNICA

Santos 3 x 3 Barueri

Gols
Santos: Madson, aos 26min do primeiro tempo; Róbson, aos 35min, e Neymar, aos 43min do segundo tempo
Barueri: Val Baiano, aos 13min e 29min do primeiro tempo, e Fernandinho, aos 17min do primeiro tempo

Lance bizarro
No intervalo, a torcida do Santos jogou pipocas no gramado em protesto ao desempenho da equipe em campo. Ao marcar o gol de empate, Neymar comeu as pipocas que estavam perto da área técnica santista durante todo o segundo tempo

Ponto Forte do Santos
Poder de reação na segunda etapa, quando a equipe voltou motivada e conseguiu arrancar o empate

Ponto Fraco do Santos
Péssima atuação do setor defensivo na primeira etapa, que permitiu que Fernandinho e Val Baiano entrassem com grande facilidade na cara do goleiro Douglas

Ponto Forte do Barueri
Boa atuação do atacante Fernandinho, que deu muito trabalho para a defesa do Santos e desequilibrou na primeira etapa

Ponto Fraco do Barueri
Postura defensiva na segunda etapa, principalmente após a expulsão de Ralf, que permitiu que o Santos crescesse na partida

Personagem do jogo
Neymar, que entrou no segundo tempo e marcou o gol de empate do Santos aos 43min do segundo tempo

Destaque negativo do jogo
Wagner Diniz, que falhou nos três gols do Barueri e foi substituído ainda no primeiro tempo

Esquema Tático do Santos
4-4-2
Douglas; Wagner Diniz (Luizinho), Domingos, Fabão (Neymar) e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Madson e Paulo Henrique Lima; Roni (Róbson) e Kléber Pereira
Técnico: Serginho Chulapa

Esquema Tático do Barueri
3-5-2
Renê; Xandão, André Luiz e Leandro Castán; Pimentel (Éder), Ralf, Éwerton, Thiago Humberto e Márcio Careca; Fernandinho e Val Baiano (João Vitor)
Técnico: Estevam Soares

Cartões Amarelos
Santos: Fabão, Léo, Domingos e Rodrigo Souto
Barueri: Márcio Careca, Xandão, Leandro Castán, Éder e Ewerton

Cartões Vermelhos
Barueri: Ralf

Árbitro
Guilherme Cereta de Lima (SP)

Público
3.524 pagantes

Renda
R$ 50.535,00





Fonte: Terra
Publicidade