PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Em festa, Corinthians faz 3 e afunda São Paulo na crise

21 jun 2009 20h23
| atualizado às 22h01
Publicidade

Perto do título da Copa do Brasil e em festa com a sua torcida, o Corinthians ampliou a boa fase no início da noite deste domingo e, de quebra, afundou o São Paulo na crise após a saída do técnico Muricy Ramalho. No Estádio do Pacaembu, com maioria alvinegra, o time não poupou seus titulares e foi recompensado com a terceira vitória sobre o rival nesta temporada, desta vez com o placar de 3 a 1, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

» Veja fotos de Corinthians x São Paulo
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente a partida no Pacaembu

Em quatro partidas entre as duas equipes neste ano, o clube do Parque São Jorge só não superou os tricolores no primeiro encontro, ainda na primeira fase do Campeonato Paulista, quando ficaram no empate por 1 a 1. Depois, na semifinal do Estadual, o Corinthians venceu duas vezes e iniciou a arrancada rumo ao título.

Com o novo triunfo, enquanto aguarda a partida de volta da decisão da Copa do Brasil contra o Internacional, marcada para o dia 1º de julho, o time mandante chega aos 11 pontos e alcança a terceira partida sem derrota. Já o rival do Morumbi, que perdeu seu treinador na noite da última sexta-feira e foi comandado interinamente por Milton Cruz, estaciona nos sete e começa a ficar mais próximo da zona de rebaixamento.

Eliminado da Libertadores da América com duas derrotas para o Cruzeiro, a última diante de mais de 50 mil pessoas no Morumbi, o São Paulo afunda na crise e aumenta a ira de sua torcida antes da chegada do técnico Ricardo Gomes, recém-contratado para o cargo. No Brasileiro, o time já não sabe o que é vencer nas últimas três rodadas e conheceu apenas um triunfo nas sete partidas disputadas.

Depois de ver um início melhor dos visitantes, o Corinthians contou mais uma vez com a estrela de Cristian para abrir o placar aos 37min. Autor do gol que definiu a primeira vitória do time alvinegro sobre o rival neste ano, no mesmo Pacaembu, o volante tabelou com Douglas no meio campo e foi lançado em profundidade, para dominar com categoria e tocar de leve na saída do jovem goleiro Denis.

Já no segundo tempo, com a tática de esperar o adversário e só se soltar nos contra ataques, a equipe corintiana conseguiu aumentar aos 13min, em mais uma cobrança de falta precisa do zagueiro Chicão, que balançou as redes pela primeira vez no Brasileiro. Já aos 28min, foi a vez de Jucilei aproveitar o mau momento tricolor para completar de cabeça uma cobrança de escanteio de Jorge Henrique e ampliar a festa nas arquibancadas. Antes do apito final, Richarlyson acertou belo chute da entrada da área, completando jogada individual do jovem Oscar, e diminuiu o placar, mas não a nova comemoração alvinegra.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 3 x 1 São Paulo

Gols
Corinthians: Cristian, aos 37min do 1º tempo, Chicão, aos 13min, e Jucilei, aos 28min do 2º tempo
São Paulo: Richarlyson, aos 35min do 2º tempo

Polêmicas de arbitragem
- Aos 20min de bola rolando, o são-paulino Marlos passa pela marcação corintiana dentro da área e caiu após disputa de bola com Diogo, gerando reclamação de pênalti por parte do time tricolor, ignorada pela arbitragem;
- Nos minutos finais, Elias é lançado dentro da área e cai em lance com o zagueiro Renato Silva. O corintiano levante reclamando com o árbitro ao dizer que foi deslocado, mas também não tem o protesto atendido

Confusões em campo
- Jorge Henrique e Hugo se desentendem no meio campo e diversos jogadores começam a trocar empurrões, formando um princípio de confusão no clássico. No entanto, o árbitro mostra cartão amarelo apenas para os dois que começaram a discussão e termina com o tumulto;
- Na saída do primeiro tempo, a caminho dos vestiários, os técnicos Mano Menezes e Milton Cruz discutem asperamente quando tentavam dirigir a palavra ao árbitro da partida, aumentando o clima de rivalidade no intervalo

Lesões
- Do lado do São Paulo, Zé Luís e Dagoberto foram vetados de última hora e desfalcaram a equipe no clássico. Já Washington, um dos principais alvos dos protestos da torcida na eliminação contra o Cruzeiro, ficou de fora por decisão da comissão técnica;
- Pelo Corinthians, que já não tinha Alessandro e Dentinho por lesões, Marcelo Oliveira e Cristian viraram preocupações para os próximos jogos. Enquanto o lateral esquerdo desabou no gramado por causa de uma lesão na parte posterior da coxa no início do jogo, o volante sofreu uma contratura muscular após marcar o primeiro gol corintiano

Ponto Forte do Corinthians
Eficiência demonstrada no setor ofensivo, já que o time pouco criou, mas nas vezes em que desceu, levou perigo e fez os gols da vitória

Ponto Forte do São Paulo
Bom início de partida e maior domínio do jogo na primeira etapa, mesmo sem a presença de Muricy Ramalho no banco de reservas pela primeira vez

Ponto Fraco do Corinthians
Espaços deixados pelo setor defensivo para a criação de jogadas do ataque do São Paulo

Ponto Fraco do São Paulo
Falhas de posicionamento da zaga no primeiro e terceiro gols corintianos, além da instabilidade demonstrada no segundo tempo, após sofrer novo golpe em cobrança de falta de Chicão

Personagem do jogo
Jucilei, do Corinthians

Esquema Tático do Corinthians
4-4-2
Felipe; Diogo, Chicão, William e Marcelo Oliveira (Diego); Cristian (Jucilei), Elias, Douglas e Jorge Henrique; Marcelinho (Jean) e Ronaldo; técnico: Mano Menezes

Esquema Tático do São Paulo
3-5-2
Denis; Renato Silva, André Dias e Jean Rolt (Jorge Wagner); Jean (Arouca), Eduardo Costa, Richarlyson, Marlos e Junior Cesar; Hugo (Oscar) e Borges; técnico: Milton Cruz

Cartões Amarelos
Corinthians: William, Diogo e Jorge Henrique
São Paulo: André Dias, Jean Rolt, Marlos e Hugo

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (SP)

Público
15.371 pagantes (1.057 não pagantes)

Renda
R$ 487.054,00

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)




Fonte: Terra
Publicidade