PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Em jogo polêmico, Atlético bate Santos na Vila e se isola na ponta

21 jun 2009 20h30
| atualizado às 23h47
Publicidade

O Santos recebeu o líder invicto Atlético-MG na noite deste domingo, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Em partida cheia de gols e polêmicas com o juiz, os visitantes venceram de virada, por 3 a 2. O resultado deu uma larga vantagem ao time mineiro, único invicto da Série A, que lidera com 17 pontos.

» Veja fotos da partida
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente a vitória do Atlético-MG

Foi a estreia de Wagner Diniz com a camisa santista. Léo e Neymar, que não tinham escalação confirmada por Vagner Mancini, saíram jogando. Aos 7min, porém, o goleiro Fabio Costa saiu do gol para impedir ataque de Diego Tardelli e se machucou. Em seguida, na maca, foi substituído por Douglas. Ainda antes de terminar a partida, o goleiro foi levado para São Paulo para realizar exames, com suspeita de lesão no joelho.

O primeiro tempo foi dominado pelo Santos, que ofereceu mais perigo e procurou o gol de forma objetiva, explorando a velocidade de Mádson. O Atlético procurou se defender e jogar nos contra-ataques, mas foi bem neutralizado pela defesa santista. A tática surtiu efeito aos 45min, quando Neymar acertou um belo chute de fora da área, no canto esquerdo de Aranha: 1 a 0.

O Atlético voltou com uma alteração para o segundo tempo. Entrou Marcos Rocha no lugar de Chiquinho. O Santos permaneceu igual. O time mineiro procurou voltar com uma postura mais ofensiva e a estratégia funcionou. O Atlético fez uma segunda etapa arrasadora, aproveitando os buracos deixados pela defesa do Santos.

Aos 14min, Tardelli aproveitou um rebote de Fabão e pegou de primeira para acertar o ângulo esquerdo de Douglas. Aos 19min, veio a virada. Com passe de Tardelli, Evandro deu lindo corte em Roberto Brum dentro da área e estufou a rede do Santos. Para finalizar, aos 29min, lançamento da defesa mineira encontrou Carlos Alberto, que bateu na saída do goleiro.

O Santos ainda tentou esboçar uma reação e passou a pressionar. Aos 43min, Fabiano Eller fez o cruzamento na área. Kléber Pereira brigou pela bola e ela sobrou para Léo, que acertou o voleio e diminuiu o placar.

A partir daí, a partida tornou-se dramática, principalmete pela atuação do árbitro Djalma José Beltrami. Ele havia estipulado quatro minutos de acréscimo, mas encerrou a partida aos 48, o que causou um grande tumulto. Depois de protestos, Djalma percebeu o equívoco e deu continuidade ao jogo. Alguns jogadores do Atlético já se dirigiam aos vestiários e tiveram que voltar.

Para completar, ele anulou um gol do Santos aos 49min. Mádson bateu falta na área e Molina cabeceou para o gol. O árbitro apitou falta de ataque. Os jogadores do Santos ficaram revoltados. O mais descontrolado foi Léo, que reclamou bastante e acabou sendo expulso. Aos 51min, o árbitro apitou o fim de jogo. Dessa vez para valer.

FICHA TÉCNICA

Santos x Atlético-MG

Gols
Santos: Neymar, aos 45min do 2º tempo.
Atlético-MG: Diego Tardelli, aos 14min do 1º tempo, Evandro, aos 19min do 2º tempo e Carlos Alberto, aos 29min do 2º tempo.

Polêmicas
Atuação do árbitro Djalma José Beltrami muito discutida. Ele se confundiu com os acréscimos, encerrou o jogo antes do tempo determinado e depois voltou atrás. Ainda aos 51min do 2º tempo, anulou um gol polêmico do Santos.

Ponto Forte do Santos
Retorno de Neymar à equipe, que deu velocidade ao time.

Ponto Forte do Atlético-MG
Poder de recuperação e contra-ataque.

Ponto Fraco do Santos
Não soube manter a vantagem e ficar com a posse de bola.

Ponto Fraco do Atlético-MG
Entrou recuado e não aproveitou o contra-atque no 1º tempo.

Personagem do jogo
Diego Tardelli, que anotou um lindo gol e deu passe para outro.

Destaque negativo do jogo
Djalma José Beltrami, que causou confusão no final da partida.

Esquema Tático do Santos
4-4-2. Escalação: Fábio Costa (Douglas); Wagner Diniz, Fabão, Fabiano Eller e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Paulo Henrique Lima (Molina) e Madson; Neymar (Maikon Leite) e Kléber Pereira. Técnico: Vágner Mancini

Esquema Tático do Atlético-MG
4-4-2. Aranha; Carlos Alberto, Welton Felipe, Werley e Chiquinho (Marcos Rocha); Jonílson, Renan, Márcio Araújo e Evandro (Renan Oliveira); Éder Luís (Serginho Mineiro) e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth

Cartões Amarelos
Santos: Wagner Diniz, Fabiano Eller e Paulo Henrique
Atlético-MG: Aranha, Evandro, Marcos Rocha, Welton Felipe e Werley

Cartões Vermelhos
Santos: Léo
Árbitro
Djalma José Beltrami

Público
7.214 pagantes

Renda
R$ 110.640,00

Local Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)




Fonte: Terra
Publicidade