PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Em "piscinão", Corinthians bate Atlético-MG com 2 gols de Souza

5 dez 2009 21h26
| atualizado em 6/12/2009 às 00h18
Publicidade

Em um gramado encharcado no Mineirão, o centroavante Souza foi grande nome da vitória do Corinthians sobre o Atlético-MG, neste sábado, por 3 a 0, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Com dois gols, o camisa 43 liderou o time paulista e fortaleceu a ira da torcida mineira contra a equipe comandada por Celso Roth - que perdeu os últimos cinco jogos e entrou em campo sem pretensões na competição, assim como seu adversário.

» Veja fotos de Atlético-MG x Corinthians
» Celso Roth é demitido do Atlético-MG
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela e os resultados
» Comente a vitória do Corinthians

Ex-líder e então candidato forte a uma vaga na Libertadores do ano que vem, o Atlético-MG se despede do Brasileiro com 56 pontos e terá que se contentar com um lugar na Copa Sul-Americana. Já o Corinthians, campeão da Copa do Brasil e presente na principal competição continental de clubes, somou 52 pontos em seu retorno à Série A do Nacional.

O Jogo

Apesar do campo em péssimas condições por causa chuva que castigou a capital mineira, Atlético-MG e Corinthians imprimiram um ritmo forte desde o início. Os mineiros tomavam a iniciativa das ações, mas observavam um adversário empenhado em explorar os contra-ataques.

Na primeira chance em favor do Atlético-MG, Evandro recebeu passe precioso de Coelho, mas chutou fraco, facilitando a defesa do goleiro Júlio César. Na resposta corintiana, Defederico foi acionado por Jorge Henrique e acertou a trave direita da meta adversária.

Alvo de críticas durante todo o ano, Souza resolveu mostrar serviço na despedida da temporada. Aos 17min, o camisa 43 arriscou um chute da meia esquerda e acertou o ângulo do goleiro Carini. Um verdadeiro golaço.

O Atlético-MG sentiu o golpe. Apesar de ficar com a maioria da posse de bola, o time mineiro se limitava apenas aos cruzamentos na área. O Corinthians era mais perigoso com suas rápidas investidas, sobretudo com Defederico, que teve dois arremates defendidos por Carini.

Aos 41min, Defederico voltou a mostrar a sua qualidade técnica e, em bela jogada individual, sofreu pênalti de Benítez. Na cobrança, Souza colocou a bola no canto direito de Carini e festejou seu segundo gol na noite.

Pouco antes do intervalo, o Atlético-MG teve a chance de diminuir a desvantagem em outra penalidade. Displicente, Diego Tardelli não foi feliz na sua "paradinha" e chutou para tranquila defesa de Júlio César.

Na etapa final, o Atlético-MG voltou com duas alterações: Sheslon e Alessandro foram para o jogo nos lugares de Coelho e Éder Luís. Tentando aproveitar o gramado encharcado, os donos da casa insistiram em chutes de longe. Júlio César fez bem o seu trabalho.

Com a falta de criação no meio-de-campo, Celso Roth fez a última tentativa com a presença de Renan Oliveira na vaga de Evandro, que saiu vaiado pela torcida. Mas o dia não era do time mineiro, que ainda levou o terceiro gol, marcado por Bill.

Ficha técnica:

Gols
Atlético-MG: -
Corinthians: Souza, aos 17min e aos 41min do 1º tempo, e Bill, aos 44min do 2º tempo

Polêmicas
- Revoltada com a queda de produção do time, a torcida do Atlético-MG vaiou bastante seus jogadores. Os principais alvos foram Éder Luís e Evandro
- No primeiro tempo, Souza tentou driblar Carini e caiu pedindo o pênalti, mas o árbitro mandou o lance seguir

Ponto Forte do Atlético-MG
Chutes de longa distância

Ponto Forte do Corinthians
Contra-ataques e atuações de Souza, Defederico e Júlio César

Ponto Fraco do Atlético-MG
Falhas de marcação e espaço dado aos homens de frente do Corinthians

Ponto Fraco do Corinthians
Poucos avanços pelas laterais

Personagem do jogo
Souza, autor de dois gols

Destaque negativo do jogo
Fim do "namoro" entre torcida e time do Atlético-MG

Esquema Tático Atlético-MG
4-4-2
Carini; Coelho (Sheslon), Werley, Benítez e Júnior; Jonílson, Márcio Araújo, Correa e Evandro (Renan Oliveira); Éder Luís (Alessandro) e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth

Esquema Tático Corinthians
4-4-2
Júlio César; Balbuena, Renato, Marcelo Mattos e Dodô; Jucilei, Elias, Boquita e Defederico (Jadson); Jorge Henrique e Souza (Bill). Técnico: Mano Menezes

Cartões Amarelos
Atlético-MG: Benítez
Corinthians: Marcelo Mattos e Souza

Árbitro
Wagner Tardelli (SC)

Público
5.769 torcedores

Com informações da Gazeta Press.




Fonte: Terra
Publicidade