PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Flu perde para Santo André e entra na zona de rebaixamento

12 jul 2009 20h27
| atualizado às 23h04
Publicidade

O Fluminense chegou ao seu quinto jogo sem vitória neste domingo ao perder por 1 a 0 para o Santo André no Engenhão. E pela primeira vez entra na zona de rebaixamento - na 18ª colocação - do Campeonato Brasileiro fazendo companhia para outro clube carioca, o Botafogo.

» Fotos de Fluminense x Santo André
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa

O Engenhão vazio mostrou o quanto a torcida está insatisfeita com o time, que não vence há cinco jogos. Mas a pressão sobre o Fluminense, que já era grande, ficou ainda pior logo aos 3 min com o gol do Santo André. E mais uma vez a defesa tricolor falhou. Com espaço, Antônio Flavio entrou pela direita e cruzou. Wellington Monteiro tentou afastar, mas acabou marcando contra.

Aos poucos, a torcida foi parando de apoiar e passou a hostilizar principalmente Edcarlos e Wellington Monteiro. Desorganizado, o Fluminense teve maior domínio, mas foi o Santo André que esteve mais perto de ampliar. Com a defesa batendo cabeça e fazendo a linha burra de impedimento, o time só não saiu com um resultado pior por incompetência do adversário e pelo pé de Edcarlos, que tirou uma bola em cima da linha.

O único motivo para os tricolores comemorarem no primeiro tempo foi a atuação de Ruy. Fugindo ao seu estilo, Parreira surpreendeu e escalou o lateral logo no início no lugar de Mariano. E os torcedores puderam ver que o time ganhou mais uma opção de ataque além do solitário Conca. Só que a inoperância de João Paulo pelo outro lado continuou a mesma.

No intervalo, Marquinho entrou no lugar de Wellington Monteiro, mas o Fluminense continuou jogando da mesma maneira ou até pior. Bem armado na defesa, o Santo André deu poucas chances ao inoperante ataque tricolor e continuou assustando.

Com 20 minutos do segundo tempo, o Fluminense não conseguiu criar nenhuma grande chance de gol. Conca e Ruy sumiram do jogo e a esperança foi sumindo. A torcida perdeu completamente a paciência. Primeiro, Parreira foi hostilizado. Depois, Edcarlos, o mais perseguido, teve sua expulsão pedida após uma falta.

Aos trancos e barrancos o Fluminense foi pressionando. As entradas de Tartá e Maicon deram mais força ao ataque, mas foi Ricardo Berna que evitou o segundo gol em contra-ataque que Antônio Flavio entrou na área sozinho. Tartá também teve sua chance após falha de Neneca, mas chutou para fora. O goleiro se redimiu ao defender faltas cobrada por Conca.

O resultado foi o pior possível, já que na próxima rodada o Fluminense terá uma partida complicada para se recuperar e afastar a crise. A equipe carioca enfrentará o vice-líder Internacional no Beira-Rio. Já o Santo André recebe o Atlético Paranaense.

O clube paulista, só tem o que comemorar. Além da vitória quebrar uma sequência de dois jogos sem vitórias, o time dirigido por Sérgio Guedes mantém a média de subir uma posição por rodada e agora é o 10º colocado com 14 pontos, a cinco do sonhado G4.

FICHA TÉCNICA

Fluminense 0 x 1 Santo André

Gols
Santo André: Wellington Monteiro (contra), aos 3min do primeiro tempo
Pontos Fortes do Fluminense
Chutes de fora do meia Conca e as boas defesas de Ricardo Berna

Ponto Forte do Santo André
Velocidade no contra-ataque e boa marcação da defesa

Ponto Fraco do Flumiense
Erros de passe na saída de bola

Ponto Fraco do Santo André
Poucas jogadas pelas laterais. Gustavo Nery e Cicinho estavam tímidos.

Personagem do jogo
Neneca garantiu a vitória do Santo André sobre o Fluminense

Lance bizarro
Aos 23min do segundo tempo Antônio Flávio cruzou da direita, Marcelinho, livre na meia lua, fura o chute.

Esquema Tático do Fluminense
4-4-2
Ricardo Berna, Ruy, Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo (Tartá); Welligton Monteiro (Marquinho), Carlos Eduardo, Diguinho e Conca; Alan e Leandro Amaral (Maicon). Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Esquema Tático do Santo André
4-4-2
Neneca; Cicinho (Dionísio), Cesinha, Marcel e Gustavo Nery; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca (Rodrigo Fabri) e Élvis (Pablo Escobar); Antônio Flávio e Nunes. Técnico: Sérgio Guedes

Cartões Amarelos
Fluminense: Tartá, Edcarlos e Conca
Santo André: Cesinha

Árbitro
Wallace Nascimento Valente

Local
EngenhãoCom informações do Lancepress


Fonte: Terra
Publicidade