PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Marcos se redime, pega pênalti e Palmeiras empata com Atlético-MG

12 ago 2009 23h44
| atualizado em 13/8/2009 às 02h01
Publicidade

Jogando no Mineirão, Atlético-MG e Palmeiras empataram por 1 a 1 em jogo que foi decidido pelos goleiros. Bruno foi fundamental do lado dos mineiros, enquanto Marcos, pelos visitantes, defendeu pênalti cobrado por Renan Oliveira - além de falhar no gol do time da casa. Com o resultado, o Palmeiras amplia sua vantagem na liderança, alcançando 36 pontos. Já o Atlético-MG voltou à segunda colocação, com 32 pontos.

» Veja fotos de Atlético-MG x Palmeiras
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Comente o resultado

As duas equipes estiveram com várias ausências. Do lado mineiro, Aranha, lesionado, e Diego Tardelli, com a Seleção, eram as faltas. Já o Palmeiras não contou com Obina, machucado, e Edmilson, suspenso.

O Atlético-MG começou melhor a partida, e precisou de apenas 5min para abrir o placar. Após falha de Marcão, Éder Luís recebeu passe de Renan Oliveira e chutou de longe. Marcos caiu atrasado e deixou a bola entrar no fundo do gol. Empurrado pela torcida que lotou o Mineirão, o time da casa seguiu pressionando. O Palmeiras manteve a calma após o gol, e tocava a bola no meio de campo.

O jogo ficou truncado, com as equipes errando muitos passes e apostando em lançamentos em profundidade. Aos 34min, Diego Souza fez boa jogada pela esquerda e chutou cruzado para tentar encobrir o goleiro. A bola sobrou para Ortigoza, que tocou de cabeça para empatar. A resposta do Atlético-MG veio dois minutos depois, quando Thiago Feltri cabeceou para a boa defesa de Marcos.

A partida voltou agitada no segundo tempo, e quem começou a brilhar foi o goleiro Bruno. Aos 6min, Diego Souza girou dentro da área e chutou. Bruno espalmou e a bola ainda bateu na trave. Três minutos depois, Cleiton Xavier invadiu a área com a bola dominada e o goleiro saiu bem.

O Atlético-MG apareceu bem aos 11min, com Thiago Feltri, que aproveitou rebote para chutar por cima do gol. Aos 14min, Feltri foi derrubado por Wendel e o juiz marcou pênalti. Renan Oliveira cobrou e Marcos espalmou com segurança no dia em que completou 450 jogos com a camisa do Palmeiras.

O jogo caiu de velocidade depois do pênalti, com o Atlético-MG tocando a bola no campo de ataque. O Palmeiras chegou perto de marcar novamente aos 28min, quando Ortigoza cruzou bola pela direita e Cleiton Xavier, na cara do gol, chutou por cima do travessão.

Nos minutos finais, o time da casa passou a jogar mais pelas laterais, com Carlos Alberto e Thiago Feltri. As equipes sentiram o cansaço de um jogo bem movimentado e passaram a apostar no toque de bola. A última chance de os visitantes conseguirem a virada saiu aos 44min, quando Diego Souza chutou forte de fora da área e levou perigo ao gol de Bruno.

Ficha Técnica

Gols
Atlético-MG: Éder Luís, aos 5min do 1º tempo.
Palmeiras: Ortigoza, aos 34min do 1º tempo.

Lance polêmico
No primeiro minuto do segundo tempo, Renan cortou passe de Cleiton Xavier para Diego Souza e a bola seguiu para área. O goleiro Bruno agarrou a bola e o juiz viu recuo no lance.

Ponto Forte do Atlético-MG
Marcação e troca de passes no meio de campo, especialmente com Serginho

Defesas do goleiro Bruno, que substituiu o lesionado Aranha

Ponto Fraco do Atlético-MG
Sem Diego Tardelli, o time não tinha sua referência no ataque e chutou pouco de dentro da área

Ponto Forte do Palmeiras
Jogadas velozes com Diego Souza e Cleiton Xavier

Ponto Fraco do Palmeiras
Falhas na marcação, que permitiram o gol do Atlético-MG e o pênalti sofrido por Thiago Feltri

Personagem do jogo
Marcos, que falhou no gol do Atlético-MG e defendeu um pênalti

Esquema Tático Atlético-MG
4-5-1
Bruno; Carlos Alberto, Welton Felipe, Werley e Thiago Feltri; Renan, Jonilson, Serginho (Alex Bruno), Junior (Tchô) e Renan Oliveira (Pedro Oldoni); Éder Luís; Técnico: Celso Roth

Esquema Tático Palmeiras
4-5-1
Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Pierre, Sandro Silva (Deyvid Sacconi), Souza, Cleiton Xavier e Diego Souza; Ortigoza (Daniel); Técnico: Muricy Ramalho

Cartões Amarelos
Atlético-MG: Welton Felipe, Jonílson e Serginho
Palmeiras: Marcão, Pierre e Ortigoza

Árbitro
Djalma Beltrami (RJ)

Local
Mineirão (Belo Horizonte-MG)



Fonte: Terra
Publicidade