PUBLICIDADE
Logo do

Coritiba

Meu time

Máscaras e uniformes marcam vitória do Santos sobre o Coritiba

5 ago 2009 23h43
| atualizado em 6/8/2009 às 01h04
Publicidade

O Santos venceu o Coritiba nesta quarta-feira por 1 a 0, melhorou sua situação na tabela, mas o que mais chamou atenção foi tudo o que aconteceu fora das quatro linhas do campo do Estádio Olímpíco, em Cascavel.

» Fotos da partida em Cascavel
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente o resultado do jogo

Para que o jogo fosse realizado, a Justiça local determinou que todas as pessoas que entrassem no estádio e que não estivessem disputando a bola no gramado teriam de utilizar uma máscara de proteção contra a gripe A (H1N1). E a determinação foi tomada à risca pela torcida (maioria santista, mesmo jogando no Paraná) e pelos profissionais da imprensa que estavam ao redor do campo.

Outro fato que tomou lugar do jogo foram os uniformes das duas equipes. No primeiro tempo, o Coritiba jogou com seu uniforme número 1, todo branco, enquanto o Santos vestia sua a camisa listrada, mas com detalhes em branco. Antes de o jogo começar, tudo estava normal, mas com a disputa começou a reclamação de que os jogadores estavam se confundindo.

Vai ver foi por isso que o time do Coritiba não conseguiu desarmar o ataque do Santos em linda tabela que resultou no único gol, ainda no primeiro tempo. Léo e Madson tabelaram na entrada da área e o lateral esquerdo bateu rasteiro. O goleiro Edson Bastos não conseguiu segurar e, no rebote, Paulo Henrique Lima completou para o gol completo.

No segundo tempo, a confusão dos uniformes foi desfeita. O Coritiba subiu para o campo de verde, seu uniforme de visitante, e o Santos de branco. A confusão foi desfeita, mas pouca coisa mudou.

Mesmo com Marcelinho Paraíba em uma noite pouco inspirada, o Coritiba sentiu a pressão de voltar para a zona de rebaixamento (com o resultado desceu para a 17ª posição) e passou a pressionar mais o time paulista. Defendendo-se mais, o Santos passou a apostar no contra-ataque até conseguir equilibrar o jogo e sair do Paraná com mais uma vitória, a segunda seguida, que deixa o time provisoriamente na 11ª colocação.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 0 x 1 Santos

Gols
Santos: Paulo Henrique Lima, aos 19min do primeiro tempo

Ponto Forte do Coritiba
Jogadas de bola parada levaram perigo ao gol de Felipe

Ponto Forte do Santos
Aproveitou o número maior de torcedores mesmo no Paraná e partiu para cima do adversário no primeiro tempo

Ponto Fraco do Coritiba
Meio-campo fraco e Marcelinho Paraíba pouco inspirado

Ponto Fraco do Santos
Segundo tempo apático com poucas chances criadas no gol

Personagem do jogo
Paulo Henrique Lima fez o gol da vitória

Lance bizarro
No fim do jogo, o goleiro Felipe tentou afastar a bola no ar e acertou uma canelada

Esquema Tático do Coritiba
4-4-2
Edson Bastos, Márcio Gabriel (Cleiton), Démerson e Dirceu, Carlinhos Paraíba, Pedro Ken, Jaílton, Leandro Donizete e Marcelinho Paraíba (Renatinho); Leozinho (Thiago Gentil) e Bruno Batata. Técnico: René Simões

Esquema Tático do Santos
4-4-2
Felipe; Pará, Eli Sabiá, Fabão e Léo; Rodrigo Mancha, Rodrigo Souto, Paulo Henrique Lima e Madson (Robson); Felipe Azevedo (Neymar) e Kléber Pereira. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Cartões Amarelos
Coritiba: Jailton e Cleiton
Santos: -

Cartão Vermelho
Santos: Róbson

Árbitro
Sandro Meira Ricci

Local
Estádio Olímpico, em Cascavel



Torcida presente em Cascavel teve de usar máscara para assistir ao jogo
Torcida presente em Cascavel teve de usar máscara para assistir ao jogo
Foto: Valtecir Santos / Gazeta do Povo / Futura Press
Fonte: Terra
Publicidade