PUBLICIDADE
Logo do

Coritiba

Meu time

Nos acréscimos, Coritiba bate Atlético-PR e respira

25 out 2009 17h57
| atualizado às 20h37
Publicidade

Lances violentos, gols contra e a favor do argentino Ariel e um decisivo de Marcos Aurélio. Esses foram os ingredientes da vitória do Coritiba no clássico com o Atlético-PR, neste domingo, por 3 a 2, no Couto Pereira. No fim, o tento do jogador coxa-branca deixou sua equipe mais aliviada no Campeonato Brasileiro, tendo em vista a proximidade da zona de rebaixamento à Série B do ano que vem.

» Fotos de Coritiba x Atlético-PR
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Comente a vitória do Coritiba

Com a vitória suada, o Coritiba foi a 37 pontos e ficou a cinco do grupo dos quatro piores da competição. Já o Atlético-PR parou nos 39 e também já começa a se preocupar com o fantasma do rebaixamento para a segunda divisão.

O clássico

O primeiro tempo do clássico teve dois destaques: a violência das duas equipes e os gols de Ariel. Em meio a faltas duras e empurrões trocados pelos jogadores, o atacante argentino abriu o placar do duelo, só que não da forma como queria: aos 16min, Paulo Baier cobrou escanteio da esquerda e o argentino desviou de cabeça para a própria rede.

Dois minutos depois, porém, Ariel se redimiu. Depois de receber um bom passe de Marcelinho Paraíba e ficar de frente para o goleiro Galatto, o argentino tocou no canto direito e correu aliviado para comemorar o tento. A etapa inicial ainda teve uma bola na trave em uma cobrança de falta do lateral direito Ângelo.

Aos 23min do segundo tempo, após batida de escanteio e bate rebate na área, Jéci pegou a sobra e virou o placar para o Coritiba. A vantagem do time da casa, porém, durou pouco: aos 28min Marcinho recebeu um pelo passe de Paulo Baier e tocou para o fundo da rede adversária. Nos acréscimos, porém, Marcos Aurélio marcou contra o ex-clube e definiu o jogo.

Na próxima quinta-feira, o Coritiba volta a campo pelo Campeonato Brasileiro para encarar o Sport, às 21h (de Brasília), na Ilha do Retiro. Um dia antes, o Atlético-PR mede forças com o Santos, às 19h30, na Arena da Baixada.

Ficha técnica:

Gols
Coritiba: Ariel, aos 18min do 1º tempo, e Jéci e Marcos Aurélio, aos 23min e aos 46min do 2º tempo
Atlético-PR: Ariel (contra), aos 16min do 1º tempo, e Marcinho, aos 28min do 2º tempo

Polêmicas
- Excesso de violência das duas equipes, como no primeiro minuto de jogo, quando Paulo Baier acertou Jaílton e esquentou o clima dentro de campo

Ponto Forte do Coritiba
Jogadas de bola parada e ganho de movimentação no ataque com a entrada de Marcos Aurélio

Ponto Forte do Atlético-PR
Marcação sobre os homens de criação do Coritiba e lançamentos de Paulo Baier

Ponto Fraco do Coritiba
Fragilidade no lado esquerdo, com uma atuação apagada de Luciano Amaral

Ponto Fraco do Atlético-PR
Falha de marcação no gol decisivo de Marcos Aurélio

Personagens do jogo
Ariel, autor de um gol a favor e outro contra, e Marcos Aurélio, que fez o tento que definiu o jogo

Destaque negativo do jogo
Violência em jogadas das duas equipes

Esquema Tático Coritiba
4-4-2
Edson Bastos; Ângelo (Marcos Aurélio), Jéci, Dirceu e Luciano Amaral; Jaílton, Leandro Donizete (Márcio Gabriel), Pedro Ken e Carlinhos Paraíba (Rômulo); Marcelinho Paraíba e Ariel. Técnico: Ney Franco

Esquema Tático Atlético-PR
4-4-2
Galatto; Nei, Manoel, Rhodolfo (Chico) e Alex Sandro; Valencia, Rafael Miranda, Paulo Baier e Wesley; Wallyson (Marcinho) e Alex Mineiro (Patrick). Técnico: Antônio Lopes

Cartões Amarelos
Coritiba: Marcos Aurélio, Jéci e Leandro Donizete
Atlético-PR: Paulo Baier

Cartões Vermelhos
Coritiba: -
Atlético-PR: Alex Sandro

Árbitro
Paulo César de Oliveira (SP)




Fonte: Terra
Publicidade