PUBLICIDADE
Logo do

Internacional

Meu time

São Paulo vence Inter e assume liderança pela 1ª vez

28 out 2009 23h45
| atualizado em 29/10/2009 às 01h44
Publicidade

Depois de 32 rodadas disputadas e colecionar falhas nos momentos decisivos durante o ano, o São Paulo enfim chegou a liderança do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira ao vencer a primeira das "decisões" que terá pela frente na reta final do torneio. Atual tricampeão nacional, o time tricolor voltou ao topo da tabela ao derrotar o Internacional pelo placar mínimo no Estádio do Morumbi, e dependerá de tropeços dos rivais Palmeiras e Atlético-MG, na noite desta quinta, para permanecer na primeira colocação.

» Fotos de São Paulo x Internacional
» Veja fotos do invasor no Morumbi
» Fã invade jogo e pede chance "para ser jogador"
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Comente a vitória do São Paulo

Para derrotar o algoz da decisão da Libertadores de 2006 e antigo terceiro colocado, os comandados do técnico Ricardo Gomes contaram com mais um gol do artilheiro Washington (agora soma 11 no campeonato) e foram salvos pelo arqueiro Bosco, que substituiu o suspenso Rogério Ceni e foi o responsável pela vitória magra da formação tricolor, que alcança 55 pontos e salta da quarta para a primeira posição com o triunfo.

Enquanto o rival assume a ponta pela primeira vez, o Internacional conhece mais um fracasso nas tentativas de deixar o Palmeiras para trás e cai para a quarta posição, zona limite do grupo de acesso à Libertadores. Com o resultado, os são-paulinos sustentam a vantagem mínima em relação ao Palmeiras, dois a mais que o Atlético-MG e agora três de vantagem em relação aos colorados.

Apesar das falhas que acompanharam o São Paulo nos momentos de definição na parte de cima da tabela, o time só havia desperdiçado a chance de liderar em uma única oportunidade, no dia 20 de setembro, ainda pela 25ª rodada. Na ocasião, a equipe contou com a maioria dos torcedores a seu favor no Estádio Santa Cruz, interior paulista, mas frustrou os fãs ao ceder o empate por 1 a 1 com o Santo André. Já o Internacional, além de ver o rival escapar, conhece o primeiro revés sob o comando de Mário Sérgio, que vinha de dois empates e duas derrotas. No entanto, manteve seu lugar no G-4 graças à derrota do Flamengo para o Barueri.

Com a bola rolando, o Internacional dominou as ações na maior parte da primeira etapa e foi mais perigoso nas investidas. No entanto, parou na boa presença do substituto de Ceni, que fez grandes defesas nas vezes em que ficou de frente com os atacantes colorados, principalmente D'Alessandro e Alecsandro. Já do outro lado, quem não falhou no lance mais agudo para ir às redes foi Washington, ao aproveitar cobrança de escanteio de Hernanes, desvio de André Dias e escorar para as redes, aos 47min do primeiro tempo.

Na etapa final, o São Paulo se mostrou perigoso nos contra-ataques, mas perdeu chances de definir a vitória. Com isso, manteve o rival vivo no jogo e só não cedeu o empate porque Bosco vivia noite inspirada. Na chegada colorada mais perigosa, o goleiro espalmou chute de Alan Kardec e em seguida salvou uma finalização de Giuliano, garantido a festa dos 34 mil tricolores nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 x 0 INTERNACIONAL

Gols
SÃO PAULO: Washington, aos 47min do 1º tempo

Pontos Fortes do SÃO PAULO
- Atuação destacada de Bosco, que fez importantes defesas e garantiu o resultado no Morumbi;
- Atuação nos primeiros minutos do segundo tempo, quando soube explorar os espaços e foi mais perigoso

Pontos Fortes do INTERNACIONAL
- Eficiente marcação no meio campo e jogadas puxadas pelo argentino D'Alessandro

Ponto Fraco do SÃO PAULO
- Queda de rendimento no decorrer do segundo tempo, quando recuou demais, quase abriu mão do ataque e deu espaços para o Internacional criar

Ponto Fraco do INTERNACIONAL
- Atuação apática da dupla de ataque Taison e Alecsandro, que quase não levaram perigo ao gol adversário

Personagem do jogo
Bosco, do São Paulo

Esquema Tático do SÃO PAULO
3-5-2
Bosco; Renato Silva, André Dias e Miranda; Adrián González (Zé Luis), Jean, Richarlyson (Junior Cesar), Hernanes e Jorge Wagner; Dagoberto (Hugo) e Washington; técnico: Ricardo Gomes

Esquema Tático do INTERNACIONAL
3-5-2
Lauro; Bolívar, Índio e Fabiano Eller (Alan Kardec); Daniel (Andrezinho), Sandro, Giuliano, D'Alessandro e Kleber; Taison (Marquinhos) e Alecsandro; técnico: Mário Sérgio

Cartões Amarelos
SÃO PAULO: Bosco e Hernanes
INTERNACIONAL: Giuliano

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Público
34.203 pagantes

Renda
R$ 846.825,00

Local
Estádio Morumbi, em São Paulo (SP)



Fonte: Terra
Publicidade