PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Sob olhar de Muricy, Obina brilha e Palmeiras atropela Corinthians

26 jul 2009 17h52
| atualizado em 27/7/2009 às 00h20
Publicidade

Sob os olhares do novo técnico Muricy Ramalho, que assistiu a partida e vibrou muito de uma das tribunas do Estádio Prudentão, o Palmeiras não tomou conhecimento do Corinthians e fez 3 a 0 no clássico paulista, neste domingo. O atacante Obina desequilibrou na partida, marcando os três gols da vitória alviverde.

» Veja fotos da partida
» ESPN: assista aos gols do clássico
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Comente o resultado no clássico

O resultado acabou com uma invencibilidade de mais de um ano da dupla de zaga do Corinthians, formada por William e Chicão. Jogando juntos, os defensores não perdiam uma partida desde a final da Copa do Brasil de 2008, contra o Sport, em 11 de julho do ano passado.

O Palmeiras igualou o número de pontos do líder Atlético-MG (28), mas perde para o time mineiro no saldo de gols. Já o Corinthians estacionou nos 23 pontos e caiu para a quinta posição da Série A do Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras iniciou a partida melhor e quase abriu o placar aos 7min da primeira etapa. Cleiton Xavier cobrou falta da entrada da área e a bola explodiu no travessão de Felipe.

O Corinthians viu sua situação piorar aos 20min. Em uma disputa com o volante Souza, Ronaldo caiu de forma atrapalhada e machucou a mão esquerda. Sem condições de prosseguir na partida, o atacante foi substituído pelo volante Moradei.

Mais ofensivo, o Palmeiras abriu o placar aos 31min. Pierre foi lançado na direita e cruzou na área. Obina se antecipou a Chicão e cabeceou para o fundo das redes.

O time alviverde ampliou a vantagem no começo do segundo tempo. Cleiton Xavier recebeu passe na área e foi empurrado por Chicão, sofrendo pênalti.

Obina cobrou no canto direito e marcou. O árbitro mandou cobrar novamente a penalidade por invasão da área. O atacante foi de novo para a cobrança, chutou no mesmo canto e marcou seu segundo gol na partida.

O atacante alviverde encerrou sua grande exibição com mais um tento aos 20min. Depois de bola levantada no ataque, Obina ganhou de Moradei. Cleiton Xavier avançou sozinho, entrou na área e tocou para o atacante chutar para o gol vazio.

O Corinthians ainda ficou em desvatagem numérica de jogadores aos 30min. O lateral Alessandro acertou um pontapé em Pierre e foi expulso de campo.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 0 x 3 Palmeiras

Gols
Palmeiras: Obina, aos 31min do 1º tempo, aos 15min e aos 20min do 2º tempo

Lance polêmico
- Aos 8min, Diego Souza recebeu passe na área e o assistente marcou impedimento, em posição bem duvidosa para reclamação dos palmeirenses.

Lance bizarro
Durante o 1º tempo, Obina recebe uma bola na ponta direita e dá uma furada bizonha para delírio da torcida do Corinthians

Ponto Forte do Corinthians
Não teve

Ponto Fraco do Corinthians
Falta de criatividade do meio-campo e distribuição tática após a saída de Ronaldo

Ponto Forte do Palmeiras
Boas jogadas de contra-ataque e segurança no setor defensivo

Ponto Fraco do Palmeiras
Má atuação do meia Diego Souza, que não repetiu os seus últimos desempenhos

Personagem do jogo
Obina, que marcou os três gols da vitória palmeirense

Destaque negativo do jogo
Expulsão do lateral Alessandro

Esquema Tático do Corinthians
4-4-2
Felipe; Diogo (Alessandro), Chicão, William e Diego (Marcinho); Jucilei, Elias e Douglas; Jorge Henrique, Ronaldo (Moradei) e Dentinho
Técnico: Mano Menezes

Esquema Tático do Palmeiras
4-4-2
Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Armero; Pierre, Souza, Edmilson (Sandro Silva), Cleiton Xavier (Deyvid Sacconi), Diego Souza e Obina
Técnico: Jorginho

Cartões Amarelos
Corinthians: Diego e Elias
Palmeiras: Maurício Ramos, Armero, Sandro Silva, Edmilson e Obina

Cartões Vermelhos
Corinthians: Alessandro

Árbitro
Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)




Fonte: Terra
Publicidade