2 eventos ao vivo
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Na estreia de Fernando Diniz, Oeste empate com Paysandu no Mangueirão

A estreia de Fernando Diniz no comando do Oeste pelo Campeonato Brasileiro da Série B não foi com vitória, mas também não teve um placar de se lamentar. Contra o Paysandu, no Mangueirão, em Belém (PA), o time do interior de São Paulo arrancou um empate por 1 a 1 na tarde deste sábado. Buscando […]

21 mai 2016
18h43
  • separator
  • comentários

A estreia de Fernando Diniz no comando do Oeste pelo Campeonato Brasileiro da Série B não foi com vitória, mas também não teve um placar de se lamentar. Contra o Paysandu, no Mangueirão, em Belém (PA), o time do interior de São Paulo arrancou um empate por 1 a 1 na tarde deste sábado.

Buscando o entrosamento ideal, já que a parceria formada com o Audax, vice-campeão paulista, foi formada há pouco tempo e muitos jogadores ainda mal se conhecem, o Oeste chegou a sair na frente graças a gol de Ricardo Bueno, depois de bela jogada de Glebson. A etapa final, porém, Alexandro deixou tudo igual depois de aproveitar rebatida do goleiro Felipe Alves.

O ponto conquistado fora de casa é o primeiro do Oeste na competição, já que a estreia foi com derrota para o Atlético-GO. Com isso, o time de Itápolis é apenas o 15º colocado na tabela de classificação. Na próxima rodada, Fernando Diniz buscará a reação contra o CRB, às 19h15, no Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).

Já o Paysandu chega ao segundo empate seguido e soma dois pontos nesta Série B. Depois de ficar no 2 a 2 com o Fortaleza, no Ceará, na primeira rodada, o Papão agora está apenas três posições acima do adversário deste sábado e visita o Tupi, às 21h30, no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), na terceira rodada.

O jogo

O Papão começou a partida como manda o figurino. Mandante no duelo, a equipe partiu para cima e buscou a pressão nos minutos iniciais. O meia Rafael era o mais perigoso e antes dos cinco minutos já tinha assustado em duas oportunidades. Por outro lado, no melhor estilo Fernando Diniz, a equipe do Oeste tentava acalmar a empolgação do Paysandu na base do toque de bola.

Aos 17 minutos, a torcida quase soltou o grito de gol no Mangueirão. João Lucas colocou na área e Leandro Cearense cabeceou com muito perigo para o gol do goleiro Felipe. O Oeste não conseguiu chegar à meta adversária e tentava administrar o 0 a 0, sem abrir mão da marcação alta, apostando no erro do rival na saída de bola.

Aos poucos, o ímpeto do Papão foi diminuindo e o Oeste passou a equilibrar as ações. Mas, o Paysandu continuava sendo mais agudo nas chegadas ao ataque. Aos 32 e aos 35 minutos, Alexandro e Leandro Cearense, de novo, por pouco não tiraram o zero do placar.

Mas, quando o relógio já marcava 39 minutos, o Oeste teve sua primeira grande oportunidade. E foi fatal. Clebson fez linda jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro, para trás. Ricardo Bueno pegou de primeiro, e estufou as redes de Emerson. Belo gol dos visitantes em Belém.

O gol calou a fanática torcida do Paysandu, que não teve forças para reagir antes do fim do primeiro tempo.

“A gente conseguiu encaixar bem a saída de bola, estamos encaixando devagar a forma de jogar. Só ter atenção que a gente consegue segurar o placar ou ampliar”, analisou o autor do gol do jogo, a caminho do vestiário, ao Sportv.

Com a vantagem no placar, o time do interior de São Paulo retornou para o jogo com a missão de administrar o resultado. O Paysandu, por outro lado, até se perdia taticamente para buscar o empate. A torcida já trocava apoio por impaciência, mas, aos 26 minutos, o esforço foi recompensado.

Depois de bola alçada na área, Glalberto subiu mais que o marcador e tocou de cabeça para o meio e Alexandro completou para grande defesa parcial de Felipe Alves. No rebote, porém, o atacante não perdoou e explodiu o Mangueirão em festa.

Após o empate, as duas equipes evitaram se expor por receio de levar o contra-ataque e o placar não foi mais alterado até o apito final do árbitro.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 1 X 1 OESTE

Local: Estádio Olímpico Mangueirão, Belém (PA)

Data: 20 de maio de 2016, sábado

Horário: 16 horas (Brasília)

Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)

Assistentes: Arnaldo Rodrigues de Souza (CE) e Arnaldo Lopes de Souza (CE).

Cartões amarelos: PAYSANDU: Alexandro, Celsinho, Emerson. OESTE: Matheus Vargas, Ricardo Bueno.

GOLS:

PAYSANDU: Alexandro, aos 26 minutos do 2T.

OESTE: Ricardo Bueno, aos 39 do 1T.

PAYSANDU: Emerson, Roniery (Edson Ratinho), Pablo, Glalberto e João Lucas; Ricardo Capanema, Augusto Recife, Rafael Costa (Ruan) e Celsinho; Alexandro e Leandro Cearense.

Técnico: Dado Cavalcanti.

OESTE: Felipe Alves; Francis, Bruno Silva, André Castro e Velicka; Matheus Vargas (Bruno Lima), Clebson e Mazinho; Maurinho, Ricardo Bueno e Léo Melo.

Técnico: Fernando Diniz.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade