0

Com Gabigol na arquibancada, Inter vira sobre a Juventus e vence clássico

18 set 2016
15h20
  • separator
  • comentários

Neste domingo, o dérbi da Itália entregou toda a emoção que um verdadeiro clássico reserva aos seus torcedores. De virada, a Internazionale venceu a Juventus por 2 a 1 no Giuseppe Meazza e quebrou a invencibilidade da pentacampeã italiana.

Depois de um primeiro tempo extremamente equilibrado, com demonstrações de um nível técnico muito elevado, as duas equipes retornaram do intervalo decididas a marcar. Em reflexo disso, os três gols saíram na segunda etapa: Lichtsteiner abriu o placar para a Velha Senhora, mas a anfitriã reagiu e virou o jogo com gols de Icardi e Perisic.

Ainda sem condições de estrear e se preparando fisicamente, o ex-santista Gabigol, contratado pela Internazionale depois de conquistar a medalha de ouro com a Seleção Brasileira olímpica nos Jogos do Rio 2016, assistiu à partida da arquibancada.

Com o resultado, a Juventus perdeu a liderança do Campeonato Italiano e ocupa agora a segunda colocação, com nove pontos. Agora líder, o Napoli soma 10 pontos. Já a Internazionale venceu pela segunda vez no torneio e chegou à sétima colocação, com sete pontos.

Na próxima rodada, a Inter de Milão visita o modesto Empoli, penúltimo colocado que ainda não venceu nesta edição do campeonato, às 15h45 (de Brasília) da quarta-feira. Já a Juve recebe o Cagliari em jogo marcado para o mesmo dia e horário.

O jogo - Com um início de partida melhor, a Juve dominou os primeiros minutos do clássico. A dupla de ataque formada por Dybala e Mandzukic, assim como os meio-campistas Khedira e Pjanic, chegaram perto do gol da Inter, mas a zaga conseguiu afastar as jogadas, que não trouxeram perigo. O alemão teve a primeira boa chance do jogo, mas a bola ficou com o goleiro Handanovic.

Para os donos da casa, Icardi e Éder comandaram o ataque. Aos 22 minutos, o brasileiro limpou a jogada na entrada da área e bateu forte, mas mandou para fora, pelo lado direito de Buffon.

Aos 33 minutos, Khedira apareceu sozinho na área e cabeceou em direção ao gol de Handanovic. O volante, porém, pecou na força, facilitando a defesa do arqueiro. Aos 34 minutos, Icardi deu a resposta. O argentino ganhou a bola no ataque e mandou uma bomba em direção à meta, que raspou na trave esquerda do goleiro da Juventus.

A briga seguiu equilibrada até o intervalo, quando as duas equipes deixaram o campo com o placar ainda zerado. Na volta, os papéis se inverteram em relação ao início do primeiro tempo: a Inter de Milão pressionou muito a saída de bola da Velha Senhora e teve boas chances com Éder, Icardi e Candreva.

Aos 20 minutos da segunda etapa, justamente quando os donos da casa estavam melhores no jogo, a Juve surpreendeu e Lichtsteiner, concorrente direto de Dani Alves pela vaga na lateral direita, mandou para o fundo das redes após cruzamento de Alex Sandro.

A reação, entretanto, não tardou. Aos 22, Icardi subiu mais alto que a defesa alvinegra e, de cabeça, empatou para os donos da casa após cobrança de escanteio por Banega, sem dar tempo aos torcedores da Juventus para comemorar.

Aos 32 minutos, a torcida fez o estádio tremer. Depois do erro do ganês Asamoah na saída de bola, Icardi invadiu a área com liberdade e, da linha de fundo, cruzou para Perisic. O croata anotou o dele e virou o jogo para a Inter.

Surpreendida, a Juve quase empatou com Higuaín, aos 36 minutos. O argentino aproveitou o cruzamento de Alex Sandro e mandou de cabeça para o gol, acertando a trave de Handanovic. Muito pressionado no contra-ataque, Banega foi expulso aos 43 minutos ao fazer falta dura em Alex Sandro, deixando a dona da casa desfalcada nos minutos finais. Apesar de toda a pressão, o placar seguiu favorável para a Internazionale até o apito final.

Confira abaixo os resultados dos outros jogos deste domingo, pelo Campeonato Italiano:

Udinese 1 x 2 Chievo

Cagliari 3 x 0 Atalanta

Crotone 1 x 1 Palermo

Sassuolo 2 x 0 Genoa

Torino 0 x 0 Empoli

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade