0

Com novo técnico, Bolívia tenta superar ataque 'brasileiro' do Peru

31 ago 2016
20h05
atualizado em 1/9/2016 às 08h02
  • separator
  • comentários

Bolívia e Peru se enfrentam nesta quinta-feira, às 17h (de Brasília), no Estádio Hernando Siles, em La Paz, capital boliviana, em um verdadeiro choque de desesperados que abre a sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. Os peruanos estão na oitava posição com quatro pontos, um a mais que os anfitriões, que amargam a penúltima posição.

O jogo será o primeiro de Ángel Guillermo Hoyos como técnico da Bolívia. O argentino substituiu Julio César Baldivieso, dispensado após maus resultados nas Eliminatórias e fraco desempenho na Copa América, além de ter problemas pessoais com alguns jogadores. O novo comandante sabe que sua missão será complicada e já traça a primeira estratégia: não perder pontos dentro de casa.

"Sabemos que estamos em uma situação delicada. Mas ainda é possível pensar em classificação, nem que seja via repescagem. Para isso, teremos que ganhar todos os compromissos dentro de casa e ver o que conseguimos fora. O importante é pensarmos em um jogo de cada vez e o primeiro é esse difícil compromisso contra o Peru", disse Hoyos.

Por conta da mudança de treinador, alguns jogadores que se negavam a atuar com Baldivieso voltaram para a seleção boliviana. Caso do atacante Marcelo Moreno, velho conhecido dos brasileiros por ter defendido clubes como Grêmio, Cruzeiro e Flamengo.

Pelo lado da seleção peruana, o técnico Ricardo Gareca quer aproveitar a boa campanha na Copa América, quando o time chegou nas quartas de final e foi eliminado nos pênaltis pela Colômbia. Para isso, convocou vários jovens que se destacaram no torneio.

"Temos condições de fazer uma boa campanha daqui para frente e arrancarmos a classificação. Mas para isso é importante que a gente consiga pontos em jogos fora de casa, como esse contra a Bolívia", disse Gareca, ex-treinador do Palmeiras.

Para o confronto, o comandante do Peru não poderá contar com o meia Óscar Vílchez, com lesão na coxa direita, que foi cortado e desfalca a seleção peruana. A esperança de gols está em uma dupla de frente que joga no futebol brasileiro: Christian Cueva, do São Paulo, e Paolo Guerrero, do Flamengo.

Pelo regulamento, os quatro primeiros colocados na classificação geral garantem vaga na Copa do Mundo, enquanto que o quinto colocado ainda tem uma oportunidade na repescagem, quando vai duelar com campeão do grupo da Oceania.

FICHA TÉCNICA

BOLÍVIA X PERU

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (Bolívia)

Data: 1 de setembro de 2016 (Quinta-feira)

Horário: 17h(de Brasília)

Árbitro: José Argote (Venezuela)

BOLÍVIA: Romel Quiñonez, Edemir Rodríguez, Ronald Raldes, Nelson Cabrera e Jorge Flores; Alejandro Meleán, Walter Flores, Raúl Castro e Jhasmani Campos; Juan Carlos Arce e Marcelo Moreno

Técnico: Ángel Guillermo Hoyos

PERU: Pedro Gallese, Aldo Corzo, Christian Ramos, Alberto Rodríguez e Yoshimar Yotún; Óscar Vílchez, Renato Tapia, Andy Polo e Edison Flores; Christian Cueva e Paolo Guerrero

Técnico: Ricardo Gareca

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade