3 eventos ao vivo
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

Copa do Brasil

SP é eliminado pelo Juventude e fecha mais um ano sem título

Pedro H. Tesch/Agência Eleven / Gazeta Press
22 set 2016
23h36
atualizado em 23/9/2016 às 08h45
  • separator
  • comentários

Lá se vai mais um ano sem título para o São Paulo. Conquistar a Copa do Brasil pela primeira vez em sua história era a esperança do torcedor para não terminar mais um ano de mãos vazias, mas, o Tricolor não teve forças para passar pelo Juventude no confronto das oitavas de final e deu adeus a competição na noite desta quinta-feira. O time de Ricardo Gomes não foi além de um 1 a 0 no estádio Alfredo Jaconi, em Caixas do Sul, e pagou pelo revés de 2 a 1 em plano Morumbi, no duelo de ida. Assim, irá para seu quarto ano seguido sem gritar “é campeão”. A última vez foi em 2012, na Copa Sul-americana.

Foto: Pedro H. Tesch/Agência Eleven / Gazeta Press

A 17 pontos do líder Palmeiras no Campeonato Brasileiro, o máximo que o são-paulino pode sonhar a partir de agora é com uma eventual briga pelo G4, que por enquanto também não faz parte da realidade da equipe, já que são 11 pontos de distância, com oito times a frente e apenas 12 rodadas para o fim da competição.

Por isso eliminar o Juventude nesta quinta era quase uma obrigação. Ricardo Gomes então mandou Bruno a campo no lugar de Buffarini para dar mais liberdade ao lateral direito. O domínio são-paulino na primeira etapa até aconteceu, mas com pouca efetividade. Quem assustou mesmo foi Roberson, carrasco do primeiro duelo. O atacante acertou a trave de Denis logo aos 11 minutos e teve um gol bem anulado aos 36.

Foto: Pedro H. Tesch/Agência Eleven / Gazeta Press

A segunda etapa virou tudo ou nada. Gilberto entrou na vaga de Wesley e Luiz Araújo substituiu Kelvin, que precisou sair por causa de dores no joelho direito. Mas, de novo, quem assustou foi o Juventude. Denis fez bela defesa antes mesmo do relógio marcar 1 minuto. Depois disso, no entanto, o Tricolor Paulista exerceu a pressão que sua torcida tanto esperava.

E o gol veio na base da pressão mesmo. Bruno levantou na área e Rodrigo Caio marcou de cabeça com a colaboração do goleiro Elias. O zagueiro são-paulino estava impedido no lance, mas o gol foi validado, colocou fogo no jogo e empolgou Ricardo Gomes, que foi de Carlinhos no lugar de Mena. Virou ataque contra defesa.

Foto: Pedro H. Tesch/Agência Eleven / Gazeta Press

O Juventude, que vinha de apenas uma derrota nos últimos 15 jogos e estava invicto na Copa do Brasil, foi valente. A diferença técnica era gritante, mas os gaúchos souberam controlar o São Paulo e suportar a força do adversário com o apoio de seu torcedor, que se já estava animado com a situação do time na Série C do nacional, foi ao delírio após o apito final. O Juventude só havia chego às quartas de final da Copa do Brasil em 1999, quando acabou conquistando o título que os são-paulinos seguirão sem ter em sua vasta coleção de taças. Nesta sexta, a CBF define os confrontos da próxima fase em novo sorteio, às 9h.

Cheio de moral, o alviverde agora se prepara para o início das quartas de final da Série C. Dia 3, a equipe de Antonio Carlos Zago recebe o Fortaleza, às 19h15, no mesmo Alfredo Jaconi. Já o São Paulo vai a Salvador neste domingo para encarar o Vitória no Barradão, às 16 horas, para ao menos cumprir com dignidade seus últimos compromissos em 2016.

Foto: Pedro H. Tesch/Agência Eleven / Gazeta Press

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 0 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data: 22 de setembro de 2016, quinta-feira
Horário: 21h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa e Sidmar dos Santos Meurer (ambos de MG)

Cartões amarelos: JUVENTUDE: Neguete.SÃO PAULO Mena, Gilberto, Luiz Araújo, Lugano.

GOL:
SÃO PAULO: 
Rodrigo Caio, aos 23 do 2T

JUVENTUDE: Elias; Neguete, Klaus, Micael e Pará; Vacaria (Vanderson), Felipe Lima, Lucas (Wallacer) e Bruninho; Roberson e Hugo (Caion)
Técnico: Antonio Carlos Zago

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Mena (Carlinhos); Hudson, Thiago Mendes, Wesley (Gilberto), Kelvin (Luiz Araújo) e Cueva; Chavez.
Técnico: Ricardo Gomes

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade