0

Santos vence o Avaí, mas é eliminado da Copa Sul-Americana

18 ago 2010
23h58
atualizado em 19/8/2010 às 00h45

O Avaí recebeu na noite desta quarta-feira, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, o Santos, pela partida de volta da Copa Sul-Americana. No jogo que pode ter marcado a despedida do atacante Neymar com a camisa santista, os paulistas venceram por 1 a 0, mas, como o primeiro confronto foi vencido pelos catarinenses por 3 a 1, o Avaí classificou-se para a próxima fase.

Se pôde contar com Neymar, Dorival não pode escalar o meio-campista Wesley, ainda negociando a sua transferência para o exterior. Contratado para o lugar de André, Keirrison assistiu à desclassificação do banco de reservas do Santos. O técnico Antônio Lopes, por sua vez, apostando na continuidade da boa fase do time do Avaí, manteve a mesma equipe que venceu o Corinthians no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

O primeiro tempo foi movimentado, com as melhores chances para o time da casa. O primeiro lance de perigo foi antes de o relógio marcar o primeiro minuto. O lateral Patric disparou pelo lado direito, sem marcação, e na entrada da área chutou forte. O goleiro Rafael saltou e mandou a bola para escanteio.

Aos 14min, o Avaí voltou a ameaçar. Rudnei recebeu um belo lançamento, livre de marcação, e invadiu a área. Na saída do goleiro, o meio-campista deu um leve toque na saída de Rafael, mas sem muita força. Quando a bola ia cruzar a linha, o zagueiro Edu Dracena deu um carrinho salvador e impediu o gol catarinense.

Três minutos depois, Caio aproveitou passe errado do lateral Léo, avançou pela ponta direita, entrou na grande área e chutou cruzado. Rafael se esticou e conseguiu desviar para a linha de fundo, fazendo linda defesa. A bola passou rente à trave.

No primeiro descuido do time anfitrião, o Santos abriu o placar. Aos 23min, Rodriguinho carregou pela direita e deu um passe para Marquinhos, no alto. O meia deu um passe de calcanhar, de primeira, para Zé Eduardo, dentro da área. O atacante ganhou a disputa com o zagueiro Emerson e chutou no canto direito, na saída de Renan.

Aos 36min, Marquinhos cobrou uma falta de longe, no meio do gol, e Renan, por precaução, mandou para escanteio. O Avaí respondeu aos 39min, com Vandinho, após desviar cruzamento de Robinho. Rafael, bem colocado, espalmou por cima do gol.

As equipes voltaram do intervalo da mesma forma que acabou o primeiro tempo. O Santos, precisando fazer mais dois gols, foi para cima, deixando muito espaço para os perigosos contra-ataques do Avaí.

Em um desses lances, aos 15min, Vandinho recebeu na entrada da área, pelo lado direito, e chutou rasteiro, cruzado. Rafael pulou e fez a defesa. Dois minutos depois os paulistas responderam. Zé Eduardo carregou a bola e arriscou, de longe. A bola passou perto da trave esquerda de Renan.

Aos 29min, Neymar cobrou falta pelo lardo esquerdo, e cruzou para o meio da área. Renan, bem posicionado, segurou a bola com firmeza. Aos 38min, Sávio bateu falta pelo lado direito, perto da área, mas pegou mal na bola, que subiu e passou longe do gol.

Os últimos 15 minutos de jogo foram truncados, sem lances de perigo de ambas as equipes. O Santos ensaiou uma pressão, com a entrada do atacante Marcel no lugar do lateral Léo, mas o Avaí, bem postado, soube se defender com segurança e não permitiu que o goleiro Renan fosse ameaçado.

Com o resultado, o Avaí está na fase internacional da Copa Sul-Americana. O adversário da equipe catarinense sai do confronto entre Universidad San Martín, do Peru, e Emelec, do Equador, que só disputarão a outra vaga nos dias 15 e 23 de setembro.

FICHA TÉCNICA

Avaí 0 x 1 Santos

Gols
Santos:

Zé Eduardo, aos 23min do 1º tempo.

Ponto Forte do Avaí
O Avaí se movimentou bastante e criou boas oportunidades de gol.

Ponto Forte do Santos
O destaque da equipe foi o goleiro Rafael, que fez boas defesas e garantiu a vitória santista.

Ponto Fraco do Avaí
Desperdiçou boas oportunidades que poderiam ter feito falta. Abusou das faltas em cima de Neymar e Ganso.

Ponto Fraco do Santos
Apesar de ter tido o controle da partida, não traduziu essa superioridade em oportunidades de gol. Bem marcados, Neymar e Ganso produziram pouco.

Personagem do jogo
O goleiro Rafael voltou ao time e foi o melhor em campo. Fez belas defesas que garantiram a vitória do Santos, ainda que insuficiente para conseguir a classificação.

Esquema Tático do Avaí
4-4-2
Renan; Patric, Emerson, Rafael e Eltinho, Marcinho Guerreiro, Rudnei (Bruno), Davi (Marcos) e Caio; Robinho (Sávio) e Vandinho. Técnico: Antônio Lopes

Esquema Tático do Santos
4-4-2
Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Marcel); Arouca, Rodriguinho, Marquinhos (Madson) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Dorival Júnior

Cartões amarelos
Avaí:
Rudnei e Caio
Santos: Rodriguinho e Neymar

Árbitro
Evandro Rogério Roman (PR-Fifa)

Local
Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)












Neymar pode ter feito sua última partida pelo Santos na desclassificação diante do Avaí
Neymar pode ter feito sua última partida pelo Santos na desclassificação diante do Avaí
Foto: Hélio Suenaga/Mafalda Press / Futura Press
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade