Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Platini França 
Nome: Michel François Platini
Nacionalidade: Francesa
Data de nascimento: 21/6/1955
Local de nascimento: Joeuf, França
Posição: Meio-campista
Mundiais disputados: 1978, 1982 e 1986
Colocações: 1986 - Terceiro lugar
1982 - Quarto lugar
1978 - Segunda fase
Partidas disputadas: 14
Minutos jogados: 1196
Gols: 5
 

A história do menino franzino que se transforma em craque não é nova. Zico, Kaká e Robinho são bons exemplos disso. Com o francês que tinha o apelido de "anão" por causa do seu físico pouco privilegiado, não foi diferente.

Desde cedo ele compensou a pouca força com muita técnica. E, aos poucos, o apelido foi dando lugar ao mundialmente famoso Michel Platini, tido como o maior jogador francês de todos os tempos.

Filho de um ex-jogador de futebol, Platini começou a jogar no Nancy, equipe da segunda divisão do campeonato daquele país. Com apenas 18 anos de idade, liderou o time à primeira divisão.

Ainda no Nancy, o jovem craque foi protagonista da maior conquista da história da equipe: o título da Copa da França, em 1978.

Já reconhecido como o maior jogador do futebol francês, Platini foi comprado pelo time de mais expressão daquele país na época: o Saint-Étienne.

Em sua nova equipe foi campeão francês logo no primeiro ano e, com tanto sucesso, as fronteiras do país se tornaram pequenas para ele.

Jogando pela Juventus de Turim, da Itália, um dos grandes times europeus, Michel Platini atingiu o seu auge.

Três vezes artilheiro do Campeonato Italiano; campeão europeu e do Mundial Interclubes; três vezes eleito o melhor da Europa (Bola de Ouro da revista France Football); os feitos falam mais sobre o período do que qualquer adjetivo.

Sucesso no clube, sucesso na seleção. Platini estreou no meio-campo francês aos 21 anos, em partida contra a Checoslováquia.

Com a moral de um veterano, pediu para o então craque do time, Henri Michel, rolar a bola para ele em uma cobrança de falta. "Encosta para mim que eu mando para a rede". Gol da França.

Em 1978, o craque foi para a Argentina disputar a Copa do Mundo. Apesar de sua seleção ser eliminada ainda na primeira fase - caiu em um grupo que tinha Itália e os donos da casa -, Platini fez um bom papel. Foi titular nas três partidas e marcou um gol (contra os argentinos).

Com um gol do meio-campista contra a Holanda, a França classificou-se para o Mundial da Espanha de 1982.

Autor de dois gols em cinco jogos, Platini levou a França à semifinal daquela Copa. O meio-campo que formava com Giresse, Tigana e Rocheteau fez, nessa competição, um ensaio para a conquista da Eurocopa de dois anos mais tarde.

A Seleção Brasileira foi vítima de Platini e seus companheiros no Mundial do México, em 1986.

Depois de mandar o Brasil para casa nas quartas-de-final, os franceses caíram novamente na semifinal. E os algozes foram, outra vez, os alemães.

No total, Michel Platini disputou 71 jogos pela seleção francesa, marcando um total de 41 gols.

Abandonou os gramados aos 32 anos. Tornou-se técnico da França de 1988 a 1992, depois foi dirigente da federação local e presidente do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 1998.

Redação Terra

 
 
Clubes nos quais atuou
1972
a 1979
Nancy
(França)
1979
a 1982
Saint-Étienne
(França)
1982
a 1987
Juventus
(Itália)