Boletim
Receba todas as novidades por email

 Fale conosco
Envie suas sugestões ao canal

 
Sócrates    
Nome

Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira

Nacionalidade: Brasileiro
Data de nascimento: 19/2/1954
Local de nascimento: Belém, Pará, Brasil
Posição: Meio-campista
Mundiais disputados: 1982 e 1986
Colocações: 1982 - Segunda fase
1986 - Quartas-de-final
Partidas disputadas: 10
Minutos jogados: 887
Gols: 4
 

Sócrates não foi apenas um jogador de futebol. Ideologicamente, ele fez a cabeça de uma geração reprimida pelos anos de ditadura no Brasil.

Em 1984, subiu a diversos palanques para defender o voto direto para presidente. Prometeu sair do país se o voto direto não fosse aprovado na Câmara. Dito e feito: frustrado, Sócrates partiu para a Fiorentina, na Itália.

Pela Seleção Brasileira, o jogador esguio e, pouco afeito à preparação física, foi um dos pilares da equipe de Telê Santana na Copa da Espanha, em 1982. Mesmo sem ter sido campeão (foi eliminado pela Itália na segunda fase), o time é considerado o mais talentoso do Brasil desde 1970.

No México, em 1986, o time de Telê não repetiu a performance técnica do Mundial anterior, mas chegou às quartas-de-final, quando caiu derrotado pela França, nos pênaltis.

Sócrates manteve sua tradição de contestação e arrumou uma briga com a Fifa por ter entrado em campo com uma mensagem política.

Raí, irmão de Sócrates, surgiu em meados dos anos 80. Ídolo do São Paulo, o jogador conseguiu conquistar o título que o irmão perdeu em 1982 e 1986 ao fazer parte da equipe tetracampeã mundial.

Redação Terra

 
 
Clubes nos quais atuou
1973
a 1978
Botafogo-SP
(Brasil)
1978
a 1984
Corinthians
(Brasil)
1984
a 1985
Fiorentina
(Itália)
1986
a 1987
Flamengo
(Brasil)
1988 Santos
(Brasil)
1989 Botafogo-SP
(Brasil)