0

Cruzeiro desvenda mistério do troféu da Taça Brasil de 1966

17 dez 2010
18h18
atualizado às 19h18

Os departamentos de marketing e comunicação do Cruzeiro desvendaram o mistério sobre a localização do troféu da Taça Brasil de 1966, ano em que o clube foi campeão da competição.

A conclusão a qual se chegou a instituição após as investigações é de que a antiga Confederação Brasileira de Desportos (CBD), responsável pela organização do futebol no país na época, não confeccionou uma nova taça a cada edição da competição.

Segundo reportagem publicada, nesta sexta-feira, no site oficial do Cruzeiro, O troféu só ficava definitivamente com o clube que conquistava três títulos consecutivos ou cinco alternados.

Ao longo de dez anos em que a Taça Brasil foi disputada, apenas dois foram produzidos. Um deles ficou com o Santos, campeão em 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965. O segundo troféu, que tem um desenho diferente do primeiro, se encontra na sede do Botafogo, último vencedor em 1968.

O Cruzeiro encontrou documentos da CBD, datados de março de 1966, e da Federação Mineira de Futebol (FMF), com informações técnicas e regulamento da competição. O clube, então, entrou em contato com o gerente de Memória e Acervo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Antônio Carlos Napoleão, e com o senhor José Carlos Peres, historiador do Santos e responsável pela confecção do dossiê para a unificação dos títulos da Taça Brasil e Taça de Prata com o Campeonato Brasileiro.

Em função da unificação dos títulos nacionais de 1959 a 1970, que serão reconhecidos pela CBF, o Cruzeiro estuda a confecção de uma réplica da taça que deverá estar no clube em fevereiro do ano que vem.

O momento complicado do Vasco pode resultar na saída do veterano Felipe. O destino do lateral esquerdo pode ser o Avaí
O momento complicado do Vasco pode resultar na saída do veterano Felipe. O destino do lateral esquerdo pode ser o Avaí
Foto: Fotocom / Divulgação
Fonte: Lancepress!

compartilhe

publicidade
publicidade