0

Eduardo vê Palmeiras guerreiro e sente criação de identidade

16 mar 2017
01h20
atualizado às 09h02
  • separator
  • comentários

O Palmeiras precisou de um gol do zagueiro Yerry Mina nos acréscimos para ganhar do Jorge Wilstermann na noite desta quarta-feira, no Palestra Itália. Satisfeito com a postura adotada pelo time na Copa Libertadores, o técnico Eduardo Baptista sente a criação de uma identidade.

"É uma vitória que deixa todos nós muitos contentes. Se não foi um futebol plástico, foi um futebol com a cara da Libertadores. O espírito tem que ser esse mesmo, com um time aguerrido e sem ser desleal. Seria mais fácil se acertássemos as finalizações do primeiro tempo, mas o time soube ter paciência e equilíbrio para buscar até o último minuto", afirmou.

Em uma sequência complicada, depois de enfrentar Atlético Tucumán, São Paulo e Jorge Wilstermann, o Palmeiras volta a campo para pegar o Santos às 18h30 (de Brasília) de domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Para Eduardo Baptista, a série de duelos pesados vem sendo positiva.

"Todos colocaram que seria um período difícil, mas para nós esses jogos decisivos caíram bem. Estamos começando a criar uma identidade e precisávamos passar por esse tipo de partida", disse o técnico. "É uma identidade de luta, mas sem deixar a qualidade técnica de lado", pontuou.

Na criação da identidade de seu time, Eduardo Baptista considera fundamental o papel da torcida palestrina. Diante do Jorge Wilstermann, mais de 38 mil pessoas foram ao Estádio Palestra Itália e respiraram aliviadas apenas aos 50 minutos da etapa complementar.

"Tentamos superar as linhas do adversário de todas as formas. Nessa hora, entrou o coração e a torcida. Eles sabiam que precisávamos do resultado. Você dá um passinho além da parte tática e técnica e avança o sinal para buscar a vitória", celebrou Eduardo Baptista.

Com o triunfo sobre o Jorge Wilstermann, o Palmeiras chegou aos quatro pontos ganhos e assumiu a liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores. Para manter a primeira colocação, o time alviverde precisa torcer contra o Atlético Tucumán, que enfrenta o Peñarol nesta quinta-feira, no Uruguai.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade