0

Cuca escapa de "trivice" e tira peso das costas

3 mai 2009
20h35
atualizado às 21h07

O técnico do Flamengo, Cuca, disse que se sente extremamente aliviado pela sua primeira conquista como técnico profissional. O título veio com uma vitória nos pênaltis após um empate por 2 a 2 com o rival Botafogo, neste domingo, no Maracanã.

» Veja as fotos da festa do Flamengo
» Veja as fotos de Flamengo e Botafogo
» Nos pênaltis, Fla bate freguês Botafogo
» Veja o elenco do tricampeão
» Baixe o pôster do campeão Flamengo
» Baixe o hino do Flamengo
» Envie um cartão do tricampeão carioca
» Comente o título do Flamengo

"Parece que tirei das costas um peso equivalente a uma betoneira cheia de cimento e areia", disse Cuca, avisando que vai comemorar com a família a primeira conquista na carreira.

"Foram elas que me apoiaram e em aturaram quando eu perdia, então devo essa retribuição a elas. Acho que depois desse título vocês vão me deixar pelo menos um ano trabalhando tranqüilo. Vocês da imprensa são muito chatos", brincou o treinador rubro-negro.

Considerado pé-frio e azarado, Cuca afirmou que temeu perder mais um título após o empate do Botafogo no segundo tempo. "Passou todo o filme na minha cabeça. Vieram as lembranças e não tive um medo pequeno não. Foi um medo muito grande. Enorme", disse o treinador.

"Quando o Fábio Luciano foi expulso no fim, pensei que a história de 2007 ia se repetir quando eu era técnico do Botafogo e perdi o Dodô para a decisão por pênaltis porque ele foi expulso", afirmou.

O treinador valorizou o seu elenco, porém afirmou que o Flamengo precisa de reforços para o Campeonato Brasileiro. "O Fla tem um bom elenco, alguns jogadores vão embora, tem janelas e propostas de fora, vamos precisar repor e trazer peças, principalmente se o Fábio Luciano parar", disse Cuca.

Herói da conquista, o goleiro Bruno, que pegou três pênaltis, dedicou o título ao capitão rubro-negro. "Quando ele anunciou que ira parar, a única coisa que ele nos pediu foi para que o time corresse e se dedicasse para conquistar o Estadual, então esse título é para ele", disse Bruno, que já tinha defendido dois pênaltis na decisão contra o Botafogo em 2007.

O pentacampeão mundial Kleberson espera que a conquista se transforme em reconhecimento do seu futebol daqui para frente, uma vez que o jogador só conquistou a titularidade no segundo turno. "O time estava encaixado e trabalhei forte para ter estão oportunidade. Estou muito feliz e muito contente e pessoalmente é um título muito importante para mim devido à cobranças. Foi sofrido, mas tudo aqui é assim", disse o jogador que jamais fez dois gols em uma única partida como profissional.

Flamengo faz a festa no Maracanã após vitória sobre Botafogo nos pênaltis
Flamengo faz a festa no Maracanã após vitória sobre Botafogo nos pênaltis
Foto: Agência Lance
Fonte: Especial para Terra
publicidade