PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Na volta de Valdivia, Palmeiras só empata com Mogi, mas fica em 1º

20 fev 2011
17h51 atualizado às 21h54
17h51 atualizado às 21h54
Publicidade

A falta de pontaria impediu o Palmeiras de obter mais uma vitória no Campeonato Paulista. Em uma atuação irregular, a equipe comandada por Luiz Felipe Scolari ficou no empate sem gols com o Mogi Mirim, na tarde deste domingo, fora de casa. Apesar do tropeço, o clube alviverde permanece na liderança do Estadual, por conta da derrota do Santos no clássico diante do Corinthians.

O resultado, porém, não pode ser tão lamentado pelos palmeirenses. O clube atingiu 20 pontos e continua na liderança, apesar de, agora, ter o Mirassol na cola, na segunda colocação, com 19 pontos. Já o Mogi Mirim segue próximo da zona de rebaixamento.

Luiz Felipe Scolari surpreendeu antes do jogo e colocou Valdivia como titular. A volta do chileno deu uma criatividade que faltava ao time de Felipão, que teve uma série de boas oportunidades.

As tentativas de abrir o placar, porém, pararam tanto nas falhas de finalizações quanto em João Paulo, goleiro do Mogi Mirim que chegou a fazer uma complicada defesa em chute de Adriano Michael Jackson.

Atrás, o goleiro Bruno, substituto dos lesionados Deola e Marcos, também evitou um tropeço em contra-ataques rápidos puxados pela equipe do interior paulista.

Ainda líder, o Palmeiras retorna a campo no próximo domingo, quando terá pela frente o clássico contra o São Paulo. Um dia antes, o Mogi Mirim pega o Americana.

O jogo

Pela primeira vez na temporada, Luiz Felipe Scolari enviou a campo o Palmeiras com Valdivia. Fora de atividade desde novembro do ano passado, o chileno acabou escalado como o responsável por municiar o ataque, formado na tarde deste domingo por Kleber e Luan ¿ sem um homem de referência.

A ausência de um centroavante refletiu na forma a qual o Palmeiras se comportou em campo. Tentando realizar a função, Kleber acabava facilmente parado pela defesa adversária. O Mogi Mirim, por outro lado, investia nos contra-ataques para surpreender a meta defendida por Bruno.

A primeira grande oportunidade surgiu dos pés do clube mandante. Aos 24min, Geovane arriscou bom chute e assustou Bruno. A partir deste lance, o Palmeiras, acuado, subiu a marcação e passou a pressionar o Mogi Mirim; entretanto, parou na ótima atuação do goleiro João Paulo.

O primeiro lance de protagonismo do goleiro do Mogi foi aos 37min. Luan recebeu ótima bola de Tinga e, de frente pro gol, viu o camisa 1 adversário realizar uma excelente intervenção para evitar o gol do time palestrino.

O Palmeiras voltou a ameaçar o time da casa aos 39min. Rivaldo arriscou o chute. A bola, bem direcionada pelo ala esquerdo palmeirense, passou rente à trave de João Paulo, que contou com sorte para não ser vazado na última oportunidade dos visitantes durante a primeira etapa.

Acuado na parte final dos primeiros 45min, o Mogi retornou melhor a campo. Antes dos dez minutos de jogo, a equipe interiorana ameaçou Bruno por duas oportunidades. Aos 4min, Roberto Jacaré tentou o cruzamento para a área e a bola passou perto da trave do goleiro adversário. Logo aos 6min, o mesmo Roberto Jacaré chutou com perigo e obrigou o camisa 1 a intervir.

Apagado em sua primeira partida no ano de 2011, Valdivia teve o principal momento na partida aos 10min. O chileno deu um lindo passe para Kleber, que chutou para o gol e obrigou o goleiro João Paulo a fazer uma linda defesa.

A melhor oportunidade do chileno acabou sendo a principal chance palmeirense na segunda etapa. Apesar do melhor toque de bola, o time comandado por Luiz Felipe Scolari não conseguiu furar a defesa adversária e ainda sofreu sustos. Aos 37min, Bruno soltou a bomba e explodiu a trave visitante.

FICHA TÉCNICA

Mogi Mirim 0 x 0 Palmeiras

Mogi Mirim
João Paulo; Maisena (Leonardo), Audálio, Everton Dias e João Paulo Gomes (Fernando); Baraka, Val (Paulo Isidoro), Bruno Jesus e Geovane; Roberto Jacaré e Denílson. Técnico: Guto Ferreira.

Palmeiras
Bruno; Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Vítor), Tinga (Patrik) e Valdivia (Adriano); Luan e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Cartões Amarelos
Mogi Mirim: Everton Dias, Bruno de Jesus, Audálio, Roberto Jacaré
Palmeiras: Danilo

Cartões Vermelhos
Mogi Mirim: Bruno

Árbitro
Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Local
Estádio Romildo Vítor Ferreira, em Mogi Mirim (SP)

Com informações da Gazeta Esportiva

Valdivia retornou a campo neste domingo, mas não conseguiu dar a vitória ao Palmeiras
Valdivia retornou a campo neste domingo, mas não conseguiu dar a vitória ao Palmeiras
Foto: Luis Moura / Gazeta Press
Fonte: Terra
Publicidade