4 eventos ao vivo

Herói na Libertadores, Gatito Fernández fala sobre defesas de pênaltis

27 fev 2017
20h22
atualizado às 20h22
  • separator
  • comentários

O Botafogo se reapresentou nesta segunda-feira após ganhar folga pela classificação à Fase de Grupos da Libertadores . Os jogadores fizeram trabalho leve no campo anexo do estádio Nilton Santos, e quem falou com a imprensa foi o goleiro Gatito Fernández, herói alvinegro na disputa por pênaltis contra o Olímpia . O arqueiro entrou em campo no segundo tempo após lesão de Helton Leite e defendeu três cobranças dos paraguaios.

"No momento que eu tinha de entrar em campo, procurei ficar tranquilo. Tentei passar tranquilidade para os nossos companheiros. Depois do gol, torci para ir para a disputa para alongar nossa esperança. O pessoal do clube passou alguns pênaltis  e um pouco foi meu trabalho. Fiquei observando quando iam bater para conseguir pegar o pênalti. O mais desafiador foi do meio. Se ele bate do lado, ia ficar um pouco feio. É difícil o goleiro ficar parado. Eu vi que no domingo anterior ele bateu daquele jeito", revelou.

Se antes da partida o técnico Jair Ventura tinha dúvida sobre o titular do gol alvinegro, não tem mais. Não só pela boa atuação de Gatito, como também a constatação da lesão de Helton Leite, que não tem prazo para retorno.

"Fiquei sabendo agora do Helton. Espero que se recupere rápido. Sei que os fisioterapeutas vão fazer o melhor para o Helton. Esse tempo de trabalho agora vai ser importante para mim, para voltar ao meu nível do ano passado, pois é isso que estou tentando", declarou.

O Botafogo só volta a campo no dia 12 de março, na estreia da Taça Rio, contra o Volta Redonda, no estádio Nilton Santos. A tendência é a de que o técnico Jair Ventura opte por uma escalação alternativa, já que dois dias depois, os alvinegros estreiam na Fase de Grupos da Libertadores contra o Estudiantes-ARG, no Rio de Janeiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade