2 eventos ao vivo

Kashima vira sobre o Auckland e avança às quartas de final do Mundial

8 dez 2016
10h41
atualizado às 11h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O apoio da torcida e a calma quando estava em desvantagem no placar foram fundamentais para que os anfitriões Kashima Antlers avançassem às quartas de final do Mundial Interclubes, em Yokohama. Na manhã desta quinta-feira, a equipe japonesa derrotou de virada o Auckand City, da Nova Zelândia, por 2 a 1, e se classificou no torneio.

O placar foi aberto aos aos quatro minutos do segundo tempo. O argentino Tade cobrou falta perto da bandeira de escanteio e encontrou dentro da área o coreano Kim Dae-Wook, que chega antes da defesa na bola para mandar de cabeça para o fundo das redes. O lateral esquerdo chegou antes da defesa e mandou a bola de cabeça para o fundo do gol.

Na metade da segunda etapa, o Kashima Antlers chegou ao empate em uma bela jogada coletiva. Após boa troca de passes do ataque japonês, Akasaki, que acabara de entrar, recebeu na área e finalizou bonito, de primeira, mandando a bola rasteira para o fundo das redes.

A virada, porém, veio apenas aos 42 minutos. Em nova bola levantada na área, Kanazaki, que também saiu do banco, aproveitou bobeada da defesa para mandar de cabeça para o fundo das redes.

Agora, o Auckand City vai encarar o Mamelodi Sundows, da África do Sul, por uma vaga na semifinal do Mundial Interclubes. O confronto ocorrerá neste domingo, às 8h30 (de Brasília). Deste lado da chave está o Atlético Nacional, pré-classificado para a semifinal e aguardando o confronto entre os dois times. Os colombianos entram em campo na quarta-feira, no mesmo horário.

Antes do jogo, em gesto já tradicional ao redor do mundo, as duas equipes respeitaram um minuto de silêncio no meio do campo em homenagem às 71 vítimas da tragédia aérea no voo que levava a equipe da Chapecoense a Medellín para a final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

O JOGO

Mesmo com o apoio dos japoneses em Yokohama, foi o Auckland City quem tomou a iniciativa do jogo e teve a primeira oportunidade aos 16 minutos. Tade recebeu cruzamento na área japonesa e pegou bonito na bola, de primeira, mas Sogahata defendeu no meio do gol, sem dar rebote.

O Kashima respondeu nove minutos depois, quando desperdiçou grande chance. A defesa do Auckland deu bobeira e Endo finalizou cara a cara com Zubikarai, mas acabou parando no goleiro.

Antes do final do primeiro tempo, o Auckland teve mais uma oportunidade de inaugurar o marcador. Com 39 jogados, após escanteio cobrado da esquerda, Kim apareceu para mandar de cabeça, mas a bola foi por cima do gol, levando perigo.

O segundo tempo também começou agitado e, com as equipes melhorando a pontaria, o placar foi aberto logo aos quatro minutos. O argentino Tade cobrou falta perto da bandeira de escanteio e encontrou dentro da área o coreano Kim Dae-Wook, que chega antes da defesa na bola para mandar de cabeça para o fundo das redes. O lateral esquerdo chegou antes da defesa e mandou a bola de cabeça para o fundo do gol.

A alegria, porém, não durou muito já que o Kashima conquistou o empate aos 21 minutos. Após boa troca de passes do ataque japonês, Akasaki, que acabara de entrar, recebeu na área e finalizou bonito, de primeira, mandando a bola rasteira para o fundo das redes.

Após desperdiçar duas boas oportunidades e pressionar muito o adversário, o Kashima conseguiu a virada já na reta final da partida, aos 42 minutos. Em nova bola levantada na área, Kanazaki, que também saiu do banco, aproveitou bobeada da defesa para mandar de cabeça para o fundo das redes.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade