PUBLICIDADE

Nobre espera pagar parte dos direitos de imagem atrasados nesta semana

20 ago 2013 11h07
| atualizado às 11h41
Publicidade

No Palmeiras, os jogadores que não chegaram neste ano ao clube têm dois meses de direitos de imagem atrasados, "herança" ainda da gestão de Arnaldo Tirone. Levando esta dívida desde que assumiu, em janeiro, o atual presidente, Paulo Nobre, espera pagar ainda nesta semana a primeira parte deste valor, graças às rendas dos últimos jogos do Verdão, líder da Série B.

- Eu sempre deixei clara minha relação com o grupo de jogadores, foi sempre verdadeira. E eu digo que o primeiro credor do Palmeiras eram seus jogadores, e com a renda dos últimos jogos, falei hoje (segunda) com os atletas e acho que podemos pagar a primeira imagem ainda nesta semana - explicou o dirigente, em entrevista ao Bandsports.

Apesar da dívida com os jogadores que já estavam no Verdão, o atual mandatário diz ter as contas "absolutamente em dia" com aqueles que foram contratados nesta temporada. Desde que assumiu, Nobre não escondeu que uma de suas principais tarefas no clube era acertar a parte financeira, cortando gastos para ele desnecessários.

Depois do pagamento desta parte dos direitos de imagem, o presidente considera que agora é "questão de honra" ter tudo em dia com este grupo até o fim do ano, mesmo sem um patrocínio master - o contrato com a Kia se encerrou com o término do Paulista, e desde então o clube busca um novo parceiro. O dirigente, porém, não definiu um prazo exato para acertar esta cota.

- Não adianta criticar que jogador ganha muito ou pouco. Quando você faz um contrato você acordou, e o combinado não sai caro. É obrigação do clube manter o salário em dia, pois eles são profissionais, e a carreira é curta. Então, eles têm que buscar o melhor - acrescentou.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
Publicidade