PUBLICIDADE

Romário realiza sonho do pai e é campeão pelo América

25 nov 2009 22h00
| atualizado às 22h38
Publicidade

O América, com direito a Romário em campo, conquistou nesta quarta-feira o título da Série B do Campeonato Carioca ao vencer o Artsul por 2 a 0. Apesar do craque estar em campo, quem marcou os gol foi o zagueiro Ciro, duas vezes de cabeça, uma ainda no primeiro tempo e novamente no início da segunda etapa. No entanto, nada foi mais celebrado do que a participação do artilheiro na partida.

» Veja fotos da volta de Romário
» Sem muita movimentação, Romário volta aos gramados
» No América, Romário reencontra a camisa 11

Desde novembro de 2007 sem atuar em uma partida oficial, Romário realizou um desejo de seu pai, Edevair, que sonhava ver o filho sendo campeão com a camisa do América. O camisa 11 também é cartola do time e um dos responsáveis por levar a equipe novamente à elite do futebol carioca. Do banco, Romário vibrou e motivou os colegas como se fosse um jovem em início de carreira. Até chuva ele aguentou no banco.

O América dominou o jogo todo e praticamente não sofreu nenhum susto do apagado Artsul. A expectativa de todo o estádio virou euforia quando o tetracampeão entrou no jogo, aos 23min, usando a braçadeira de capitão. A comoção era tanta que o atacante mal conseguiu entrar em campo, cercado pela imprensa.

Romário até que tentou. Movimentou-se bem, trocou passes, deu lançamento e até arriscou encobrir o goleiro para fazer o gol que seria a coroação máxima da festa americana. Porém, não foi dessa vez. No entanto, o simples fato do título com a presença do ídolo em campo já é um fato digno de entrar para a história do futebol.

O título veio para o América depois de 27 anos sem levantar uma taça. Como o Olaria perdeu seu jogo também na tarde desta quarta-feira, a equipe de Romário pôde comemorar a conquista com antecedência.

Romário não disputava uma partida oficial desde 2007
Romário não disputava uma partida oficial desde 2007
Foto: Agência Lance
Fonte: Redação Terra
Publicidade