0

Santos defende liderança do grupo 2 contra o Santa Fé em Bogotá

18 abr 2017
19h33
  • separator
  • comentários

Líder do grupo 2 da Taça Libertadores, com quatro pontos em duas rodadas, o Santos defenderá a primeira posição nesta quarta-feira no estádio El Campín, em Bogotá, em visita ao Independiente Santa Fé, que tem um ponto a menos.

O Peixe ainda busca uma boa sequência depois de um começo de temporada pouco empolgante. No torneio continental, apesar de ocupar o topo da tabela, não passou muita confiança no empate com o Sporting Cristal em 1 a 1, em Lima, ou nem mesmo na vitória sobre o The Strongest por 2 a 0 na Vila Belmiro.

Para piorar, na segunda-feira da semana passada, a equipe dirigida por Dorival Júnior foi eliminada nas quartas do Campeonato Paulista pela Ponte Preta em disputa de pênaltis caindo precocemente após oito finais seguidas.

Entre os jogadores considerados titulares, Dorival não poderá contar com o lateral-esquerdo Zeca, machucado. O mesmo acontece com o atacante Rodrigão, que costuma ser alternativa a Ricardo Oliveira. Outro que também está fora da formação inicial, mas por escolha do treinador, é o zagueiro Cléber, que ainda não fez valer o investimento de cerca de R$ 7 milhões por seu futebol.

O elenco santista conta com dois jogadores bastante acostumados com a altitude de 2,6 mil metros de Bogotá, o meia Hernández, outro recém contratado, e o atacante Copete, ambos colombianos. Os dois provavelmente ficarão no banco.

No Santa Fé, o técnico argentino Gustavo Costas considera que a vitória é uma obrigação porque a diferença no grupo é pequena. O time tem os mesmos três pontos do Strongest, enquanto o Sporting Cristal vem atrás, com um. Entretanto, ele destacou a força do Santos e do futebol brasileiro como um todo.

"Hoje os brasileiros, além de serem bons jogadores, acrescentaram força, luta e briga a seu futebol. Vimos o Botafogo contra o Nacional e não parecia uma equipe do Brasil. O Santos está passando por um bom momento, e o jogo será duríssimo, como todos os da Taça Libertadores", disse o treinador, fazendo referência à vitória do Alvinegro carioca sobre o atual campeão do torneio, na semana passada, em Medellín.

O Santa Fé já jogou seis vezes contra representantes brasileiros como mandante, com um saldo de duas vitórias, três empates e uma derrota. O jogo mais recente aconteceu no ano passado, quando empatou com o Corinthians em 1 a 1, também pela fase de grupos.

Prováveis escalações:.

Independiente Santa Fé: Castellanos; Arboleda, Moya, Urrego e Mosquera; Roa, Perlaza, Gordillo e Gómez; Arango e Stracqualursi. Técnico: Gustavo Costas.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno; Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Juan Belatti e Gabriel Chade.

Estádio: El Campín, em Bogotá.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade