PUBLICIDADE
Logo do

Grêmio

Favoritar Time

Grêmio vê juiz confuso e pede árbitro isento no Gre-Nal

2 ago 2015 11h56
| atualizado às 12h03
ver comentários
Publicidade

A derrota para o Fluminense no Maracanã ainda machuca o Grêmio, mas o dia seguinte ao revés abre oficialmente a semana do Gre-Nal. Reclamando da arbitragem que julga ter prejudicado o time tricolor no último sábado, o diretor de futebol Rui Costa pede melhor critério por parte dos donos do apito.

“Houve rigor excessivo da arbitragem no lance do Walace, e esse foi um fator decisivo”, avalia o dirigente gremista à Rádio Gaúcha, referindo-se à expulsão do volante no início do segunto tempo. “A sensação que fica é de frustração, porque fizemos mais uma partida bom nível. O Grêmio jogou bem e a arbitragem foi confusa de novo”, critica.

Estacionado nos 27 pontos, o Grêmio não vence a três rodadas e vem despencando no Campeonato Brasileiro. Com a derrota por 1 a 0 para o Fluminense, desperdiçou chance de adentrar ao G4 e deve ver a distância para os primeiros colocados aumentar até o final da 16ª rodada. A chance de reagir, porém, é em confronto mais do que esperado.

Rui Costa foi quem protestou contra juiz de Flu x Grêmio
Rui Costa foi quem protestou contra juiz de Flu x Grêmio
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O Gre-Nal 407 será na Arena do Grêmio, local onde o dono da casa mantém invencibilidade neste Brasileirão. Muito além da importância para a classificação, o clássico serve para o Tricolor reagir no histórico recente da rivalidade, visto que venceu apenas um dos últimos treze confrontos (foram seis empates e seis derrotas no período).

Para que o Grêmio supere o rival, Rui Costa pede árbitros isentos e coadjuvantes no clássico. “É importante que a arbitragem não seja mais improtante que os jogadores. Ela não pode ser protagonista em um jogo. Esperamos que a arbitragem do Gre-Nal não tenha protagonismo”, cobra o diretor.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade