0
Logo do Olimpíada 2016
Foto: terra

Olimpíada 2016

Os anunciantes aqui reunidos não possuem relação com os Jogos Rio 2016 e patrocinam apenas este caderno especial.

Mario Andrada desvaloriza culpa de nadadores no caso Ryan Lochte

18 ago 2016
14h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O controverso caso envolvendo o nadador estadunidense Ryan Lochte e outros três atletas de sua equipe ainda parece não ter se encerrado. No entanto, segundo o coordenador de comunicação do Comitê Rio 2016, Mário Andrada, o episódio precisa ser esquecido, aliviando assim a cobrança em cima dos nadadores.

Nos últimos dias, Andrada chegou a se desculpar em nome do Comitê pelo assalto que Lochte e os demais nadadores alegaram ter sofrido. Após investigações da polícia apontarem para a possibilidade do referido crime não ter acontecido, o coordenador se recusou a retirar as desculpas, procurando ainda eximir os atletas da responsabilidade pelos depoimentos falsos.

"Eu não me arrependo de ter me desculpado. E não é necessário ouvir desculpas dele ou de outros atletas. Precisamos entender que essas crianças vieram aqui para se divertir. Vamos deixá-los um pouco em paz. Às vezes, você toma decisões que depois se arrepende. Eles foram se divertir, cometeram um erro, e a vida continua", afirmou Andrada em um comunicado oficial do Comitê Olímpico.

Devido a controvérsias no depoimento que Ryan Lochte e James Feigen apresentaram às autoridades sobre o suposto assalto, a Justiça brasileira decretou na última quarta-feira que os nadadores não poderiam deixar o Brasil até que maiores investigações sobre o caso fossem realizadas.

Veja também:

Estudo mostra os clubes que mais faturaram grana da TV de 2010 a 2019
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade