7 eventos ao vivo
Logo do Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Corinthians

Carille quer jovens, parar saídas e reforços no Corinthians

Treinador apresentado nesta quarta-feira diz que conta apenas com Kazim como novidade, já que é o único com contrato assinado

11 jan 2017
15h36
atualizado às 15h46
  • separator
  • comentários

Fabio Carille seria apresentado como técnico do Corinthians para 2017 após o treino de reapresentação do elenco nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava. Na véspera, entretanto, ele mudou o horário de sua entrevista coletiva para 14h30, com a ideia de falar à imprensa, comandar a primeira atividade do ano e ter tempo de viajar para Taubaté, onde o Timão sub-20 joga pela segunda fase da Copa São Paulo de Juniores. A nova logística definida pelo treinador tem uma explicação que vai ao encontro de seu projeto para 2017: mais espaço para os jovens jogadores nas competições ao longo da temporada.

Fabio Carille apresentou nova comissão técnica
Fabio Carille apresentou nova comissão técnica
Foto: LANCE!Press / LANCE!

- Já faço acompanhamento há muitos anos da base. Hoje (quarta-feira) minha coletiva está sendo essa hora porque vou a Taubaté ver o sub-20. Já tenho muitos jogadores no grupo. É não ter medo de colocar quando precisar, deixar trabalhando, dando confiança, e quando precisar colocar dentro de campo - disse Fabio Carille, que comandou dez jogos interinamente e agora assume de vez como técnico do Corinthians.

Carille também falou sobre chegadas e saídas de jogadores do elenco para 2017. Segundo ele, ainda não há definição sobre Uendel, que tem negociação avançada para atuar no Internacional, e nem sobre a possibilidade de contratações, como os já acertados Gabriel, Paulo Roberto, Fellipe Bastos e Pablo. Ele só confirma Kazim, o único dos reforços que já foi anunciado pelo clube além de Jô e Luidy, acertados desde o ano passado.

- Certo mesmo só o Kazim, que já assinou. Os outros são nomes que estão sendo observados há algum tempo. Temos o Cifut, onde tem jogadores do mundo inteiro sendo observados. Pelo tanto de jogador que saiu esse departamento passou a trabalhar mais, então estamos de olho em tudo o que mercado puder oferecer - disse o técnico, que só citou nominalmente Fellipe Bastos, respondendo a questionamento sobre a possibilidade de saírem jogadores caso os reforços venham.

- Definição de elenco vai depender muito da chegada de jogadores. Fellipe Bastos, por exemplo, é mais um cara que sai, não é o primeiro volante. Definição de elenco, empréstimos, vai depender da chegada de jogadores.

Carille ainda não assinou o novo contrato com o Corinthians, agora como treinador efetivado, mas já tem o acerto concluído. Ele deixa de receber como auxiliar e passa a um novo estágio na hierarquia da comissão técnica. Em entrevista coletiva curta, de poucas respostas, ele disse o que espera para 2017.

- O torcedor pode esperar preparação, dedicação e uma equipe muito organizada dentro de campo. Tenho certeza que será um ano de vitórias.

CONFIRA OUTRAS RESPOSTAS DE FABIO CARILLE EM SUA APRESENTAÇÃO:

CÁSSIO OU WALTER?
"Deixa os trabalhos começarem, mas até o fim da semana estará decidido, porque teremos o primeiro jogo".

CHANCE DE UENDEL SAIR
"Tudo passa por mim. Não tem nada certo ainda, são especulações que podem acontecer e o Corinthians está procurando fazer o melhor para todas as partes".

SAIRÁ MAIS ALGUÉM?
"Não queremos perder qualidade. Fagner viveu um excelente ano, Rodriguinho foi bem, Marlone e outros. A ideia é não perder ninguém e fortalecer mais ainda. Mas sabemos que até o fim de janeiro ainda corremos riscos".

OBJETIVOS
"Nesse momento penso em fazer a equipe jogar bem. Depois, chegar a título paulista ou uma nova condição depende de muitas coisas".

CONFIANÇA EM GARANTIAS DA DIRETORIA?
"Quando o Roberto falou que tinha ideia de trazer treinador para 2017 eu disse que podia trazer esse profissional o quanto antes, para ver o elenco, conhecer o elenco e trazer as necessidades. Assim o Roberto fez. Aquele período como interino foi minha auto-afirmação. Faltam alguns detalhes para concretizar minha situação no Corinthians em relação a contrato".

PROBLEMAS POLÍTICOS DO CLUBE
"Somos muito blindados em relação a tudo o que acontece no Parque São Jorge. Eu vou ser cobrado por vitórias, estou ciente de tudo o que pode acontecer".

NOVA GERAÇÃO DE TREINADORES
"Tem novos profissionais se capacitando, buscando seu espaço. Inter, Atlético-MG, outros, têm treinadores assim. Que os novos saibam aproveitar a oportunidade, mas que para o bem do futebol fiquem os melhores".

POR QUE CONVENCEU A DIRETORIA?
"Foi em cima da avaliação dos 28 dias que fiquei à frente da equipe, com seis jogos. Avaliaram e acharam positivo, meu nome foi muito bem aceito por conselheiros e dirigentes".

EFETIVAÇÃO DEPOIS DE SER DESCARTADO
"Minha ligação com o presidente é muito próxima e de confiança. Eles foram atrás do Rueda, o negócio não aconteceu, e a partir daí falaram do meu nome, que foi bem aceito".

BUSCA POR VOLANTES
"É uma das posições em que estamos buscando. Mas o Camacho não é volante. Do jeito que eu penso futebol usamos pela necessidade, mas ele é meia de criação, como jogou no Audax. Mas estamos de olho em todas as posições, e volante é uma delas".

SOBRE PROTESTOS DA TORCIDA NO CT
"O ano passado ficamos surpreendidos porque esperávamos que tivesse uma forma de protesto e não aconteceu. A torcida entendeu o que houve durante o ano e foi tranquilo. Mas nosso trabalho será vencedor, será um trabalho de vitórias. Se as coisas não acontecerem estamos cientes de que pode haver atribulações".

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade