PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Com arrecadação em jogo, Flamengo critica proibição de venda de mando de campo

Clubes decidiram que não é mais permitido vender mandos de campo no Brasileiro deste ano. Neste ano, Rubro-Negro teve a sua melhor renda num jogo fora do Rio

21 fev 2017
06h05 atualizado às 06h05
0comentários
06h05 atualizado às 06h05
Publicidade

Em sua previsão de orçamento para este ano, publicada no site oficial do clube, o Flamengo estimava arrecadar pouco mais de R$ 61 milhões com 'bilheterias/estádio' em 2017. No entanto, a proibição da venda de mandos de campo na próxima edição do Campeonato Brasileiro pode atrapalhar os planos do Rubro-Negro.

Só para se ter uma ideia, nesta temporada, o Flamengo teve sua maior renda num duelo fora do Rio, contra o Grêmio, pela Primeira Liga. Na vitória de 2 a 0 sobre os gaúchos, houve arrecadação bruta de R$ 943 mil. Já no último jogo, na goleada de 4 a 0 sobre o Madureira, em Volta Redonda, com mando de campo, o Rubro-Negro arrecadou cerca de R$ 109 mil.

A esperança é que o Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, seja uma boa fonte de renda para o Flamengo neste ano. O clube não dá detalhes, mas tenta negociar os naming rights da arena. Além disso, ainda há grande expectativa no Rubro-Negro com o Maracanã. O estádio ainda tem futuro incerto, mas o Fla sonha em participar da gestão do Templo do Futebol.

Em boa parte do ano passado, sem ter uma "casa" para mandar seus jogos no Rio, o Flamengo rodou por diversos estados do Brasil. O Rubro-Negro atuou com frequência em Cariacica (ES), São Paulo e Brasília. Somente na reta final do Brasileiro é que o time carioca passou a jogar no Maracanã.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello criticou a proibição da venda de mando de campo no Brasileiro.

- O Flamengo não votou a favor, tem torcida em todos os lugares. A decisão foi ruim porque inviabiliza três, quatro arenas da Copa do Mundo, que sobrevivem com jogos dos clubes de fora dos estados, principalmente o Flamengo. Fomos absolutamente contrários, mas não tem nada a fazer - lamentou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, que acrescentou:

- Não houve a compreensão por parte dos nossos coirmãos.

CONFIRA ABAIXO ALGUNS JOGOS EM QUE O FLAMENGO ARRECADOU MUITO NO ANO PASSADO MESMO LONGE DO RIO:

Flamengo 3 x 0 Santa Cruz - Pacaembu
Público: 21.773 pagantes
Renda: R$ 1.103.380,00

Flamengo 2 x 0 Figueirense - Pacaembu
Público: 28.168 pagantes
Renda: R$ 1.502.640,00

Flamengo 2 x 1 Ponte Preta - Kléber Andrade, Cariacica
Público: 14.721 pagantes
Renda: R$ 998.920,00

Flamengo 2 x 1 Grêmio - Mané Garrincha, Brasília
Público: 22.552 pagantes
Renda: R$ 1.421.870,00

Flamengo 1 x 0 Internacional - Kléber Andrade, Cariacica
Público: 21.000 presentes
Renda: R$ 1.089.190,00

Flamengo 1 x 2 Fluminense - Arena das Dunas, Natal
Público: 25.946 presentes
Renda: R$ 2.214.850,00

Lance!
Publicidade
Publicidade