PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Dryworld culpa Atlético por desfile: "não somos machistas"

Diretor da empresa no Brasil garante que ideia de vestir mulheres com biquíni em lançamento de uniforme partiu do próprio clube

16 fev 2016
18h42 atualizado às 18h54
0comentários
18h42 atualizado às 18h54
Publicidade
Foto: Lance!

A polêmica em torno do lançamento dos uniformes do Atlético-MG não passou batida pela Dryworld. Em entrevista nesta segunda-feira ao "Estado de Minas", o representante da fornecedora esportiva no Brasil, Valquírio Cabral, pediu desculpas pelo descontentamento e atribuiu a presença de modelos de biquíni e em trajes ousados a uma iniciativa do Galo:

- Fomos pegos de surpresa. Independentemente de pedir desculpas, gostaríamos de esclarecer que quem fez o desfile foi o Atlético, isso foi organizado pelo Atlético, e soubemos na hora. Em desfiles de camisas, isso é até comum, mas quem foi responsável pelo desfile foi o Atlético, não a Dryworld. Não houve uma estratégia da marca, uma imposição para o uso das garotas com biquíni. Até porque, nós não temos experiência em desfiles, só tínhamos lançado os uniformes do Goiás antes.

Em seguida, Cabral rechaçou o rótulo de sexista à Dryworld:

- De qualquer forma, não foi nossa intenção atacar as mulheres, aquilo era um show, um desfile de moda. A Dryworld não é machista.

O diretor ainda afirmou que a recomendação de lavar na qual estava escrito em inglês "entregue para sua mulher" foi feita por conta própria por funcionários, e admitiu a falha da empresa:

- Algumas marcas norte-americanas utilizam essa estampa de lavagem, mais em tom de brincadeira, e nossos funcionários da fábrica do Paraná acharam curioso e decidiram usar nas camisas promocionais do Atlético que foram distribuídas na festa. Não eram todas as peças que traziam a mensagem, apenas algumas. A Dryworld repudia isso totalmente, repudia esse tipo de postura machista, tanto que a marca é extremamente voltada para a família.

Segundo Valquírio Cabral, alguns funcionários, "por brincadeira", enviaram as camisas com estampas para o desfile do Atlético-MG:

- Realmente se tratou de uma brincadeira de alguns funcionários da produção, uma gozação, não era para sair da fábrica. Só que isso foi por engano para o lançamento. Pedimos desculpas.

Lance!
Publicidade
Publicidade