0

Jair Ventura trilhou longo caminho até virar interino

18 jul 2015
08h15
atualizado às 10h08
  • separator
  • comentários

Em meio a período turbulento, com direito à queda de René Simões, Jair Ventura, de 36 anos e filho do ídolo Jairzinho (o Furacão da Seleção na Copa de 70), terá a missão de comandar o Botafogo na tarde deste sábado, às 16h30, contra o Náutico, em jogo válido pela décima terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Jair Ventura
Jair Ventura
Foto: Satiro Sodre / SSPress

Jair Ventura é membro permanente da comissão técnica do Botafogo. Uma das funções dele é a de observador. Ele viaja para analisar os adversários do Glorioso e repassa os dados coletados. Há sete anos no clube, Jair já trabalhou e aprendeu muito com nomes como Oswaldo de Oliveira, Joel Santana e Ney Franco.

Um fato curioso é que o filho de Jairzinho também já foi jogador de futebol. Ele defendeu clubes como Bangu e Mesquita no Brasil, sem ter uma oportunidade num grande. Ele também teve passagem por clubes da Grécia e da França, mas preferiu encerrar a carreira devido a problemas nos joelhos, aos 26 anos, para se dedicar à outra área do futebol.

Jair chegou ao Botafogo em 2008, como auxiliar de preparação física, e desde então, tem sido elogiado pela dedicação, por diferentes profissionais. Com o sonho de trabalhar na parte tática, ele passou a fazer o scout e chegou ao cargo de auxiliar técnico. Uma das grandes chances do hoje interino foi como técnico do time sub-20. Neste cargo, ele trabalhou com vários garotos de talento, como Vitinho e Dória.

Diante deste histórico vitorioso, de muito trabalho ao longo dos anos, Jair chega com respaldo para comandar o Glorioso num desafio muito importante. O Botafogo precisa vencer para continuar na liderança da competição ao fim da rodada e também não correr o risco de deixar o G4. Para ir em busca deste resultado positivo, o treinador adotou um discurso de seriedade.

– Tive dois dias de trabalho. Não fico nervoso. Estou há muito tempo nisso. Estou tranquilo e pronto para ajudar o Botafogo. Será um grande desafio e encaro da melhor maneira possível. Sou funcionário do clube e espero ajudar a equipe e os meus companheiros. O Náutico tem o mesmo número de pontos que nós e é uma equipe muito competitiva. Será um jogo muito difícil – disse.

Jair Ventura foi demitido do Botafogo em 2013, pelo ex-presidente Mauricio Assumpção. O auxiliar técnico voltou ao clube nesta temporada.

 

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade