PUBLICIDADE

Grêmio derrota o Figueirense e cola no vice-líder do Brasileirão

3 set 2015 23h11
ver comentários
Publicidade

Nesta quinta-feira, com gols de Bobô e Pedro Rocha, o Grêmio conseguiu uma importante vitória sobre o Figueirense no Orlando Scarpelli: 2 a 0. O resultado, válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, levou o Imortal aos 41 pontos, apenas um a menos que o vice-líder Atlético-MG e seis a mais que o São Paulo, primeiro clube fora do G4.

De quebra, o Grêmio ainda acabou com a invencibilidade de René Simões no Figueirense. Após três vitórias consecutivas, duas pelo Brasileiro e uma pela Copa do Brasil, o técnico conheceu sua primeira derrota no comando alvinegro. O Figueirense é o 14º colocado do Brasileirão, com 26 pontos.

 

Pela 23ª rodada, o Grêmio volta a campo no próximo domingo. Em sua Arena, em Porto Alegre, o Tricolor encara o Goiás, às 16h. Já o Figueira vai a Belo Horizonte, onde enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão. A partida será às 11h de domingo.

O JOGO

Grêmio e Figueirense entraram em campo num ritmo acelerado e as cjhances de gol não demoraram a aparecer. A primeiro foi de Marquinhos Pedroso, que soltou uma pancada de fora da área, obrigando Tiago a fazer boa defesa. Aos seis minutos, o Tricolor Gaúcho mostrou melhor aproveitamento, em escanteio cobrado por Maxi Rodríguez. A zaga do Figueira ficou preocupada com os zagueiros Bressan e Geromel: Bobô cabeceou livre e marcou pela primeira vez com a camisa gremista.

Nos minutos seguintes, o time mandante ensaiou uma pressão, abusando da bola levantada na área. Ao mesmo tempo que mostrava segurança debaixo das traves, ao impedir o gol de cabeça de Fabinho, o Camisa 1 do Grêmio demonstrou deficiência na hora de cortar os cruzamentos, e por pouco o Figueira não empatou a partida antes do intervalo. A melhor chance foi no chute de Clayton, que saiu rente à trave esquerda de Tiago.

Aos cinco minutos, Rafael Bastos desperdiçou grande chance para o Figueirense. O preciso passe de Clayton achou o meia dentro da área adversária. Com um corte, Rafael Bastos deixou Geromel no chão, mas a forte finalização foi por cima do gol de Tiago. Logo depois, foi a vez de Marcão fazer o inacreditável. O recuo de Bressan parou nos pés do atacante, que driblou Tiago. Já dentro da área e com o gol vazio, Marcão demorou para chutar e deu tempo do zagueiro do Grêmio se redimir e impedir o gol de empate.

O Figueirense seguiu martelando, mas nada de o gol de empate sair. Cirúrgico como costuma ser, o time de Roger Machado aproveitou a primeira chance da segunda etapa para ampliar o placar. Uma troca de passes envolventes acabou com Pedro Rocha cara a cara com Alex Muralha, O camisa 32 bateu firme e deu números finais a partida.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 0 X 2 GRÊMIO

Local: Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Data-hora: 3/9/2015 – 21h
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Renda/Público: R$ 258.850,00  / 10.823 pagantes (11.258 presentes)

Cartões amarelos: Dener, João Vitor, Leandro Silva e Thiago Heleno (FIG); Bressan, Galhardo, Edinho e Pedro Rocha (GRE).
Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: Bobô (6'/1ºT) e Pedro Rocha (32'/2ºT)

FIGUEIRENSE: Alex Muralha; Leandro Silva, Bruno Alves, Thiago Heleno e Marquinhos Pedroso; Dener, Paulo Roberto, Fabinho e Rafael Bastos; Dudu (Marcão, 37'/1ºT) e Clayton – Técnico: René Simões.

GRÊMIO: Tiago; Galhardo, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace, Edinho, Giuliano e Maxi Rodríguez; Fernandinho (Pedro Rocha, 23'/1ºT) e Bobô (Vitinho, 38/2ºT) – Técnico: Roger Machado.

Lance!
Publicidade
Publicidade