1 evento ao vivo

Liderado por Falcão, Brasil estreia com vitória na Copa

Brasileiros derrotam a Ucrânia no Mundial da Colômbia com um gol do ala. Atleta está em sua despedida da competição

11 set 2016
22h30
atualizado em 12/9/2016 às 09h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Nos últimos anos tal afirmação já até se tornou redundante, e na estreia da Seleção Brasileira masculina de futsal na Copa do Mundo da Colômbia não poderia ser diferente: Falcão liderou a equipe em mais uma vitória na competição. Afinal, com o ala como titular, o time bateu a Ucrânia por 3 a 1, no Coliseo Bicentenario, em Bucaramanga, na noite deste domingo. Capitão do time, o camisa 12 marcou um dos gols, sendo os outros dois de Rodrigo.

Com o resultado, o Brasil assumiu a liderança do Grupo D, com três pontos, mesma pontuação da Austrália. Moçambique e ucranianos estão zerados. Com cinco chaves, os dois melhores de cada, além dos quatro principais terceiros colocados, se classificam para as oitavas de final. Na próxima rodada, na quarta-feira, os brasileiros encaram os australianos.

Falcão comemora gol da Seleção Brasileira na estreia no Mundial da Colômbia (Reprodução: Twitter/Fifa)
Falcão comemora gol da Seleção Brasileira na estreia no Mundial da Colômbia (Reprodução: Twitter/Fifa)
Foto: Lance!

Aos 39 anos, Falcão está se despedindo da Copa do Mundo. Essa é a quinta participação dele na competição, com três títulos. Enquanto isso, a Seleção Brasileira está em busca de sua oitava taça, a sexta desde que a Fifa assumiu o controle da competição.

- Os ucranianos são fortes fisicamente, eles se classificaram para o Mundial em uma competição muito difícil. Agora, temos pela frente duas partidas teoricamente mais fáceis - afirmou o capitão do Brasil em entrevista ao SporTV.

Após a partida, Falcão foi muito assediado pelos torcedores em Bucaramanga. Antes de voltar ao vestiário, ele aproveitou para tirar algumas fotos com pessoas que estava na arquibancada.

- Esse é meu maior troféu. Tinha muita gente na porta do hotel também. Essa é a história que eu conquistei. Estou me preparando para uma despedida, 99% da minha carreira já foi. Essa é minha última Copa do Mundo, espero poder jogar mais seis partidas ­- avaliou o ala.

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade