0
Logo do Vasco
Foto: terra

Vasco

Luis Fabiano é suspenso por 4 jogos por expulsão em clássico

Cruz-Maltino vai entrar com o recurso e tentar efeito suspensivo para que o atacante tenha condições de entrar em campo na reta final do Campeonato Carioca

3 abr 2017
21h13
atualizado em 4/4/2017 às 08h07
  • separator
  • comentários

O atacante Luis Fabiano foi julgado nesta segunda-feira pela sua expulsão no clássico contra o Flamengo, pela quarta rodada da Taça Rio. Depois de uma sessão mais de três horas, a 5ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) decidiu de forma unânime por quatro partidas de suspensão para o atacante, que assim desfalca o Vasco na reta final do Carioca.

Luis Fabiano e Andrezinho foram ao tribunal nesta segunda para o julgamento do atacante (Foto: Hugo Mirandela)
Luis Fabiano e Andrezinho foram ao tribunal nesta segunda para o julgamento do atacante (Foto: Hugo Mirandela)
Foto: LANCE!

Luis Fabiano foi condenado a dois jogos pelo artigo 250 (ato hostil, que prevê de um a três jogos de gancho) e dois pelo 258 (conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, suspensão de uma a seis partidas). Ele foi absolvido no 243-F (ofender a honra do árbitro, pena mínima de quatro partidas e máxima de seis).

O advogado do Vasco, Paulo Rubens Máximo, disse que iria entrar com recurso no pleno do TJD-RJ. Segundo ele, o clube também vai tentar um efeito suspensivo esta semana para que o atacante tenha condições de entrar em campo até o próximo julgamento.

Paulo explica que só poderá fazer isso após sair o acórdão que pediu no fim da sessão. Ele não quis cravar um tempo para isso acontecer e se o Fabuloso terá condições de jogar a semifinal da Taça Rio contra o Flamengo, neste sábado.

- Vamos apresentar recurso. Cabe efeito suspensivo. Temos que aguardar o acórdão. Não sei se até lá (clássico contra o Flamengo) conseguiremos o efeito suspensivo.

A sessão contou com Luis Fabiano e o meia Andrezinho, que foi testemunha defesa. Porém, eles foram embora em um intervalo para vista do processo e não viram a sentença. O árbitro Luis Antônio Silva dos Santos e Marcelo Viana, diretor de competições da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e que foi delegado da partida, também participaram do julgamento.

Veja também:

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade